Arraiá Popular de Teresina acontece nesta sexta e sábado no Parque da Cidadania

As tradicionais festas juninas voltaram a ser realizadas em vários pontos da cidade e agora chegou a vez do Parque da Cidadania, que irá receber o Arraiá Popular de Teresina, nesta sexta-feira (01/07) e sábado (02/07), a partir das 17h30. O evento tem um tom solidário, onde o público está sendo chamado para doar 1kg de alimento não perecível. Os produtos arrecadados serão doados para famílias carentes. Nesse arraiá estarão reunidos nomes da música local, além de grupos culturais como bumba-meu-boi, quadrilhas juninas e atrações circenses para também animar a criançada.

A pedido do prefeito Dr. Pessoa, o Arraiá Popular de Teresina irá acontecer após a realização das festas juninas realizadas nos bairros e comunidades rurais, onde muitas delas tiveram o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O evento que é gratuito, é uma oportunidade saudável para que as famílias possam se reunir, visitar o parque e ainda prestigiar a cultura em contato com a natureza.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, assim como diversas cidades brasileiras, Teresina também tem esse costume de celebrar o período junino. Conforme o presidente, a gestão municipal está ao longo do mês apoiando as atividades realizadas nas quatro regiões da capital.

Para o presidente, manter viva essa tradição é respeitar o passado e preservar o que de melhor temos em nossa cultura. Ele lembra ainda que além das atrações, o Arraiá Popular de Teresina contará ainda com uma praça de alimentação com bebidas e comidas típicas, além de um espaço onde os empreendedores locais poderão expor seus produtos.

“Toda família teresinense está convidada a participar desta festa junina que tem a cara do nosso povo, além das atrações, teremos ainda um posto para arrecadação de alimentos, por isso pedimos a quem for ao evento, que se possível, colabore com a campanha solidária que a gente vem fazendo desde janeiro deste ano, sempre arrecadando alimentos em eventos realizados pela pasta da cultura”, comenta Ênio Portela.

Atrações

Sexta-feira (01/7)

18h – Orquestra Sanfônica de Teresina
19h – Quadrilha junina estrela matutina
19h30h– Show musical Mari Carvalho
20h40 – Bumba meu boi
21h – Show musical com Manu cantora

Sábado (02/07)
17h30 – Show infantil Bolim & Bolão
18h30 – As Fulô do Sertão.
19h30 – Show Diago do Acordeon
21h – Quadrilha junina balança matuto
21h30 – Banda Rosa Xote

Parque da Cidadania

O Parque da Cidadania é mantido pela Prefeitura de Teresina, está localizado no bairro Cabral, na zona Norte da cidade. Conta com um amplo estacionamento, banheiros, praça de alimentação e segurança.

Para mais informações sobre o Arraiá Popular de Teresina, bem como todos os eventos culturais realizados com recursos municipais, basta acessar o site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Feira de arte e artesanato do Teatro João Paulo II inicia nesta sexta (10)

Inicia nesta sexta-feira (10) e segue até este sábado (11), a quinta edição do Projeto Art´Feira realizada no Teatro Municipal João Paulo II, que fica localizado na Avenida Joaquim Nelson, no Bairro Parque Ideal, na zona Sudeste de Teresina. O projeto tem como objetivo atrair mais público para as atividades culturais realizadas na casa de espetáculos, bem como incentivar o artesanato local e o microempreendedor local.

De acordo com Janara Ribeiro, diretora do teatro, esta edição terá apresentações de membros da Quadrilha Junina Balança Matuto, concurso da rainha caipira mirim, barracas com comidas típicas e ainda espaço de expositores com diversos produtos. Ainda segundo a diretora, dentro do teatro irá ocorrer uma apresentação de dança dirigida pelo professor Sidh Ribeiro, um dos mais respeitados mestres da dança do Estado do Piauí.

“Esse projeto é muito importante para a região do Grande Dirceu, onde o teatro está instalado, pois aproxima essa ferramenta cultural da população. Desde que iniciou, a feira vem atingindo seu objetivo, pois está levando para o espaço, pessoas que antes nunca haviam visitado o teatro”, comenta Janara Ribeiro, enfatizando ainda que o acesso a feira e ao teatro é totalmente gratuito.

O Teatro Municipal João Paulo II é um espaço mantido pela Prefeitura de Teresina por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura. Para mais informações sobre eventos realizados no teatro, bem como a abertura de vagas para os cursos realizados, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Dr. Pessoa renova contrato com a associação que administra o Balé da Cidade

Como forma de dar continuidade aos projetos culturais que são mantidos pela Prefeitura Municipal de Teresina, o prefeito Dr. Pessoa assinou, esta semana, a renovação contratual com a Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina, que administra o Balé da Cidade. Com um valor de R$ 194 mil, assinado por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a associação irá continuar com as apresentações da companhia de dança, bem como os cursos de formação na área da cultura que são realizados nos teatros municipais e nos CEUS.

Otimista com o trabalho do Balé da Cidade, Dr. Pessoa cita que a cultura da cidade tem se destacado muito, principalmente com as ações que a companhia de dança vem promovendo em todas as regiões. Ele cita como exemplo as apresentações do Balé da Cidade que ocorreram em avenidas, praças, parques e ponte, levando cultura para as pessoas de todas as classes sociais.

“Nessa gestão todos estão tendo o mesmo acesso a cultura de forma igualitária, inclusive os moradores de comunidades rurais que agora recebem muitas ações culturais. O mundo todo vem enfrentando uma crise financeira e mesmo assim, com poucos recursos, não estamos deixando de fazer cultura”, relata o prefeito Dr. Pessoa, reafirmando ainda que pretende melhorar cada vez mais o diálogo com aqueles que fomentam a cultura na capital.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, conta que, na manhã desta quinta-feira (9), se reuniu com a diretora do Balé da Cidade, Chica Silva, e os dois começaram a tratar sobre as ações da companhia. O presidente lembra ainda que, recentemente, o prefeito Dr. Pessoa também renovou o contrato com a associação que administra as orquestras, a Banda 16 de Agosto e o Projeto Banda Escola.

“Estamos trabalhando para fazer uma gestão próxima ao povo, estamos dando preferência por atividades realizadas em comunidades periféricas e rurais, onde têm aquelas pessoas que não dispõem de recursos financeiros para assistir a concertos e apresentações nas casas de espetáculos. A cultura é um direito de todos, por isso estamos para todos os munícipes”, conta Ênio Portela.

Para acompanhar as ações promovidas pelo Balé da Cidade, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Galeria do Mercado Central recebe exposição Pedido de Pauta

Iniciou nesta quarta-feira (01), e segue durante todo o mês de junho, na Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, a exposição “Pedido de Pauta”, que irá unir em um só espaço, o trabalho de seis artistas teresinenses. O nome da exposição é uma singela homenagem aos artistas que diariamente comparecem à galeria para solicitar um pedido de pauta para exporem suas artes.

De acordo com Guga Carvalho, diretor da galeria, com o fim das restrições sanitárias por conta da pandemia do Coronavírus, o espaço tem recebido um crescente número de artistas interessados em expor, isso também segundo ele, por conta do aumento do público que voltou a frequentar a galeria. Guga conta ainda que artistas como Braga Tepi, Caio Negreiros, Humberto Cordeiro, João Marciano, Paulo Guttemberg e Samuel Brandão, estarão fazendo parte desse projeto.

“O Centro de Teresina tem uma grande referência cultural, sendo o Mercado Central, um dos principais pontos onde a cultura popular segue viva. Aqui na galeria oferecemos um espaço integrado, onde quem vai a feira para fazer as compras do dia a dia, acaba tendo acesso a obras de artistas renomados”, conta Guga Carvalho, reafirmando o compromisso do espaço de cada vez mais abrir espaço para aqueles que desejam um espaço apropriado para divulgar sua arte.

A Galeria do Mercado Central é um espaço preservado e mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações desenvolvidas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Ela funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h00 e aos sábados das 10h às 13h00, sempre se dedicando a fazer uma programação permanente com exposições temporárias que contam com artistas da cidade e de todo o Brasil.

Para mais informações sobre exposição na Galeria do Mercado Central, bem como os demais serviços oferecidos pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Nas redes sociais as informações podem ser acessadas através da hashtag CulturaTeresina ou da página @cultura_the no Instagram.

Festival Rock Contra a Fome irá movimentar o Teatro do Boi neste sábado (28)

Cantar e ajudar ao próximo, essa é a ideia do Festival Rock Contra a Fome, evento solidário que ocorrerá neste sábado (28/05), a partir das 17h, no espaço aberto do Teatro do Boi, que fica localizado no bairro Matadouro, na zona Norte de Teresina. De acordo com os organizadores, o festival tem como objetivo a arrecadação de alimentos não perecíveis que serão doados para a Casa Esperança e Vida, Lar da Esperança e a Casa Frederico Ozanam.

Segundo o produtor cultural André Russo, para assistir os shows do festival, o interessado deverá comparecer ao local do evento e adquirir o ingresso solidário, que será entregue mediante a doação de um quilo de alimento não perecível. Ainda de acordo com o produtor, a arrecadação de alimentos chegará em um bom momento, isso devido à situação que muitos desses lares vêm enfrentando com a escassez de alimentos em seus estoques.

“Manter esses espaços é um grande desafio, principalmente quando se trata de alimentos, por isso resolvemos unir a música e a solidariedade para ajudar essas casas que prestam um grande serviço para o município de Teresina”, conta André Russo, lembrando que além da solidariedade, o festival será também uma ótima oportunidade para o público prestigiar um pouco do que a nossa cultura tem a oferecer.

O Festival Rock Contra a Fome contará com apresentação das bandas Black Soul, Eclipsed, Garoto Androide, Jamile Jah, Káfila, Kandover, Navegantes, Os Cardinais e Retalhador. Durante o evento, o público também terá aos trabalhos do caricaturista Herbert Veras.

Para mais informações sobre esses eventos ou demais atividades desenvolvidas pela Prefeitura Municipal de Teresina na área da cultura, basta acessar o site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também estão disponíveis na página @cultura_the no Instagram.

Prévia do Cajuína Pop é sucesso e reúne centenas de pessoas na Ponte Estaiada

O sol ainda brilhava forte quando a primeira atração subiu no palco Churu, montado no Complexo Cultural da Ponte Estaiada, que fica no bairro de Fátima, na zona Leste de Teresina. O palco da prévia do Cajuína Pop, prestou uma homenagem a Lourisvaldo Melo do Lago (Churu), que em vida realizou atividades visando a valorização do músico teresinense, em especial aqueles que tinham em seu repertório músicas autorais.

Centenas de pessoas das mais variadas idades participaram da prévia realizada neste sábado (14), muitas delas com saudades dos festivais que, no início dos anos dois mil, movimentaram a capital piauiense. Entre as atrações estiveram Teófilo Lima, Aclive, Acesso, Fullreggae, Gramophone e Roque Moreira, sendo que alguns retomaram suas atividades por conta do evento, isso por entenderem que a música autoral deve sempre ser valorizada.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), conta que ficou surpreso com a aceitação popular. Ele afirma que esperavam um bom público, mas nem de longe imaginava que o espaço ficaria pequeno para tanta gente, para ele, o público foi a prova de que a gestão deve seguir apoiando os artistas locais.

“O prefeito Dr. Pessoa vem desde o início do ano ouvindo os músicos da capital, para ele, é preciso que a classe seja valorizada, principalmente os que resolveram encarar o mercado musical com suas próprias canções. Os músicos de Teresina estão de parabéns, pois com a chegada do Cajuína Pop, iremos incentivar cada vez mais essas atividades”, enfatiza Ênio Portela.

Para o cantor Teófilo Lima, esse incentivo oferecido pela Prefeitura de Teresina é muito importante para os artistas que sonham em fazer sucesso com suas músicas autorais. Teófilo destaca ainda que é preciso uma união dos governantes para que haja um reforço no apoio ao setor artístico.

“Fomos os primeiros a serem atingidos pelos impactos da pandemia, também fomos uma das últimas classes a retomar as atividades. Teresina segue na frente como exemplo de apoio aos músicos, espero que essa iniciativa possa ser copiada por outras cidades, fazendo inclusive o intercâmbio de músicos”, afirmando que o Piauí tem talentos desconhecidos que merecem ser reconhecidos pelo público.

O Cajuína Pop é uma realização da Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O evento deverá ser realizado no segundo semestre deste ano, dando total apoio aos artistas que trabalham com músicas autorais.

Para mais informações sobre esses eventos ou demais atividades desenvolvidas pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também estão disponíveis na página @cultura_the no Instagram.

 

Mães ganham homenagem nas maternidades municipais de Teresina

Com um olhar de surpresa, as mães que estavam na manhã desta sexta-feira (06), nas quatro maternidades municipais da capital, receberam uma homenagem mais que especial feita pelo Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Teresina. A homenagem faz parte do Projeto Música Solidária, executado com recursos da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio das ações descentralizadas da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e da Orquestra Sinfônica (OST).

O presidente da FMC, Ênio Portela, conta que esse projeto já faz parte do calendário de atividades culturais da pasta que ele preside, mas que esse ano, com o ajuste de 20% dado aos servidores da Orquestra Sinfônica pelo prefeito Dr. Pessoa, a intenção é levá-lo para mais unidades de saúde. Ele relata que estudos comprovam que a música tem sim uma participação eficiente no tratamento de enfermos e que pelo fato do prefeito ser um profissional da saúde, o projeto ganhará mais notoriedade durante a gestão.

“Hoje foram homenagens especiais para as mães internadas nas maternidades e em algumas UPAS, porém em breve o quarteto deverá percorrer mais unidades de saúde, isso em parceria com a Fundação Municipal de Saúde, clínicas e hospitais particulares e público, visando ajudar no tratamento dos enfermos”.

Nesta manhã o quarteto percorreu as maternidades do Promorar, Wall Ferraz, Satélite e Buenos Aires, além das UPAS do Promorar e Satélite, atendendo às quatro regiões da capital. Luciana Silveira, diretora da UPA do Satélite, fala que esse projeto é de grande relevância, pois acaba tornando o ambiente hospitalar mais leve.

“A Prefeitura de Teresina está de parabéns por investir nesse tipo de tratamento através da música, pois é algo que já acontece em vários cantos do mundo e na nossa cidade, que é administrada por um médico, não poderia ser diferente”, conta Luciana Silveira, afirmando que a UPA do Satélite vai sempre está de portas abertas para iniciativas como a realizada hoje nas maternidades e UPAS.

Para acompanhar os trabalhos realizados pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Outra forma de contato é pelo Instagram, através da página @cultura_the.

 

Grupo pretende levar cultura para os mercados públicos de Teresina

Com investimentos do poder público, através das iniciativas culturais da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), os mercados públicos da capital deverão receber atrativos culturais com o intuito de oferecer cultura para a população. A iniciativa é de um grupo de artistas da zona Norte, que resolveram se unir para dar apoio àqueles que fomentam a cultura na periferia, principalmente aqueles que atuam nos mercados públicos.

O primeiro mercado a receber as atividades é o do Mafuá, na zona Norte, lá ocorrerá no próximo dia 07 de maio, o Mafuarte, evento com apresentações circenses, bandas locais, além de exposições de fotos e ainda pinturas digitais. As atrações são: Rigo/Jason, Caju Pinga-Fogo, Roque Moreira, Trupe do Sardinha, Assaí Campelo e Paulo Moura.

De acordo com Alexander Galvão, fotógrafo e documentarista e promotor do evento, o Mafuarte nasceu para relembrar os ensaios de uma banda que aconteceram no passado na feira do Mafuá, para ele, o mercado já tem uma tradição cultural muito forte, por isso foi o local escolhido para iniciar esse projeto. Alexander fala ainda que é preciso se apropriar desses espaços que há anos oferecem diversas opções culturais para a população, como por exemplo, a venda e troca de discos antigos, entre outros produtos de artistas locais.

“Aos sábados pela manhã nos reunimos no Mercado do Mafuá para os ensaios da Banda Eita Piula, era algo pequeno, porém movimentava a feira e servia como atrativo cultural para os trabalhadores e frequentadores. Agora queremos trazer de volta essa ideia, só que de uma forma mais ampla, chamando mais bandas e artistas para divulgarem seus trabalhos”, conta Alexander Galvão, reafirmando que a feira não é só um local de compra e vendas, na verdade é um espaço de troca de experiências culturais.

Para Ênio Portela, presidente da FMC, iniciativas como estas terão cada vez mais espaço dentro da gestão, uma vez que vai de encontro com a determinação do prefeito Dr. Pessoa, de levar cultura de forma igualitária para todos os teresinenses. Segundo o presidente, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves está 100% empenhada em dar total apoio a esses artistas, pois se trata de uma iniciativa popular que visa oferecer oportunidade para os artistas e ainda atrair mais clientes para esses espaços.

“Teresina é muito rica em cultura, por isso estamos nos esforçando e buscando mais recursos para que possamos abraçar mais iniciativas culturais. O Mafuarte é um evento inovador, pois une a arte com o empreendedorismo dentro destes centros comerciais”, diz Ênio Portela, enfatizando ainda que a FMC está aberta para qualquer tipo de ideia onde o povo seja o principal beneficiário.

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves – FMC, é o órgão da gestão municipal responsável pelas iniciativas culturais dentro de Teresina. Para mais informações sobre essas ações, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página @cultura_the no Instagram.

Dr. Pessoa renova e reajusta contrato com associação da Orquestra Sinfônica de Teresina

Como forma de garantir a execução de vários projetos culturais em Teresina, o prefeito Dr. Pessoa renovou por cinco anos o contrato entre a Prefeitura Municipal de Teresina, Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina. O novo contrato será válido até dezembro de 2026 garantindo mais segurança para os músicos e demais profissionais que prestam serviços na Orquestra Sinfônica, Orquestra Sanfônica, Orquestra de Violões, Orquestra Escola e da Banda 16 de Agosto e Banda Escola.

Além da renovação do contrato por cinco anos, o prefeito Dr. Pessoa, atendendo ao pedido do maestro Aurélio Melo, resolveu reajustar em 20% o valor mensal do contrato, que agora passa de R$ 416.437,42 para R$ 563,920,03. Para o prefeito, esse reajuste foi necessário, já que, além da estrutura para ensaios e apresentações, as orquestras precisam adquirir nossos equipamentos e ainda garantir a manutenção dos mesmos.

“As orquestras e a Banda 16 de Agosto têm um papel muito importante na cultura teresinense, por isso mantemos o nosso compromisso de valorizar a cultura local dando continuidade a esses projetos. Outra notícia boa é que os músicos também terão seus salários reajustados, pois sei que muitos foram prejudicados por conta da pandemia. Por isso, resolvi, em comum acordo com o maestro Aurélio Melo e o presidente da FMC, Ênio Portela, autorizar os recursos para que os músicos pudessem ter esse aumento no salário”, disse o prefeito Dr. Pessoa, enfatizando que, em breve, Teresina terá mais novidades na área da cultura.

Para Ênio Portela, com a renovação deste contrato, quem sai ganhando é o povo de Teresina, principalmente aqueles que moram na periferia e na zona Rural, que também deverão receber nos próximos meses concertos e ensaios. Ênio Portela fala ainda que o aumento dado ao projeto e aos músicos é mais que merecido, pois são profissionais que estudaram muito e que hoje trabalham diuturnamente para valorizar a cultura da cidade de Teresina.

“Além dos concertos e ensaios que nesta gestão ocorrem por toda a cidade, os músicos das orquestras também ministram aulas para aqueles que desejam aprender a tocar algum instrumento e se inserir no mercado musical. Cito como exemplo o Projeto Banda Escola, que também está inserido neste contrato. Ele ocorre em todas as zonas da cidade, e vem tirando muitos jovens do mundo da criminalidade, sendo que muitos deles acabam se inserindo nas orquestras, tendo ainda casos de ex-integrantes que hoje estão atuando em bandas nacionais”, enfatiza Ênio Portela.

Otimista com a renovação do contrato, o maestro Aurélio Melo, da Orquestra Sinfônica de Teresina, falou sobre o contrato de gestão que teve que ser refeito por conta do término do último contrato. Para ele, o sentimento é de orgulho e gratidão, pois com o novo contrato, a orquestra conseguirá rever tudo aquilo que foi perdido ao longo dos últimos 20 anos, onde não houve ajustes financeiros ideais para o funcionamento dos projetos.

“Por conta da inflação, perdemos muito, tínhamos até dificuldades para fazer a manutenção dos equipamentos, porém, agora com esse reajuste de 20%, conseguiremos pôr em prática todos nossos projetos sem haver as dificuldades de antes. À gestão municipal, o nosso parabéns, pois estamos se sentindo valorizados, respeitados, pois sem a manutenção adequada ficaria inviável continuar os trabalhos que realizamos”, afirma o maestro Aurélio Melo, parabenizando mais uma vez o prefeito Dr. Pessoa e o presidente Ênio Portela pelo olhar diferencial da cultura do município.

Para acompanhar os investimentos da Prefeitura Municipal de Teresina na área da cultura, basta seguir a página @cultura_the no Instagram, ou acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br.

Orquestra de Violões de Teresina celebra neste domingo (24) o Dia Nacional do Choro

Após dois anos sem contar com a presença de público nos palcos, a Orquestra de Violões de Teresina (OVT), que é um projeto mantido com recursos da Prefeitura de Teresina (PMT), por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), retorna com suas atividades trazendo uma homenagem ao Dia Nacional do Choro. O evento será gratuito e ocorrerá neste domingo, 24 de abril, às 11h, no Palácio da Música, localizado na Rua Santa Luzia, 1241, Centro/Sul.

Para participar, o interessado deverá apenas comparecer ao local no horário do evento, portando o passaporte da vacina contra a Covid-19, como também utilizar a máscara protetiva durante toda a permanência no local. Além da OVT, o público também contará com outras apresentações artísticas de Teresina, como Anderson Nóbrega (violão 7 cordas), Josué Costa (violão), Marcell Régis (cavaquinho) e Fausto Brandão (pandeiro), além de convidados especiais como Luiza Miranda, Wilker Marques, Tarcísio Vilarinho, Wellington Torres, Luiz Queiroz e Trio Sanhaço, trazendo grandes clássicos do repertório.

Segundo Ravi Cordeiro, responsável pela coordenação dos projetos da OVT, além da homenagem ao Dia Nacional do Choro, o evento tem como objetivo promover a orquestra no cenário cultural, que de acordo com ele, ainda segue instável por conta da pandemia do Coronavírus. Ainda de acordo com Ravi Cordeiro, ao longo de 2022, a OVT irá desenvolver vários projetos inéditos, como por exemplo, um documentário e um DVD de trabalho.

“A marca do choro é a sofisticação. Uma música popular tão sofisticada, com tanta riqueza melódica, rítmica, harmônica, e que dá margem a muito improviso. Um improviso diferenciado, completamente brasileiro”, diz Ravi Cordeiro, enfatizando que os músicos da orquestra estão bem otimistas com esse retorno do público nas apresentações.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, a Orquestra de Violões de Teresina também trabalha com a formação de novos violonistas, através de cursos realizados nos teatros municipais e em outros diversos espaços da capital. Ele conta ainda que em breve a OVT e a gestão municipal estarão ampliando as ofertas de cursos de violão, dando mais oportunidade ao povo teresinense.

“Dentre os vários projetos culturais tem esse da Orquestra de Violões, que cada vez mais vem ganhando espaço no cenário cultural. Nela temos diversos profissionais, que além de encantar o público com o som que sai do violão, também se dedicam em repassar para o teresinense conhecimento técnico”, conta Ênio Portela, reafirmando o compromisso da gestão administrada pelo prefeito Dr. Pessoa com a cultura e com os artistas locais.

As informações sobre essa e outras apresentações, bem como disponibilidades de cursos, e as demais ações da gestão municipal na área da cultura podem ser consultadas na página @cultura_the no Instagram, bem como no site cultura.pmt.pi.gov.br.