Casa da Cultura de Teresina reúne crianças em projeto de integração cultural

As atividades do Projeto Pipocando Artes, desenvolvido pela Casa da Cultura de Teresina e que tinha como objetivo integrar as crianças aos instrumentos de cultura disponíveis no município, encerrou as atividades nessa quinta-feira (21). Durante três dias, as crianças tiveram acesso ao rico acervo da Casa da Cultura, bem como participaram de brincadeiras, clube de leituras, oficinas de artes e ainda puderam acompanhar apresentações de grupos culturais.

Quem aprovou o passeio foi o pequeno João Vitor.

O pequeno João Vitor, de 04 anos, foi um dos visitantes, ele conheceu de perto o acervo que conta um pouco do passado de Teresina e no final do passeio, participou da recreação e fez questão de pintar o seu rosto com o desenho de um dinossauro. Além do João Vitor, dezenas de crianças passaram pelo local durante o Pipocando Artes, projeto que devido ao sucesso, deverá ocorrer diversas outras vezes a fim de atender um número maior de crianças.

Scheyvan Lima, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), conta que além desse projeto, a Casa da Cultura se mantém funcionando ativamente tendo a mostra um amplo acervo cultural. Para o gestor, é importante que desde a infância as pessoas tenham o contato com a cultura, isso para que no futuro, as crianças de hoje possam valorizar e preservar nossa história.

Scheyvan Lima participou do último dia do Pipocando Artes

A psicóloga Ana Michele, conta que esse tipo de atividade estimula a criatividade e a expressividade das crianças, para ela hoje existe uma maior tendência a tecnologia, onde o celular acaba tendo uma maior atenção das crianças e segundo ela, isso precisa ser revisto, já que o uso desregrado acaba prejudicando a saúde mental e afastando as crianças de momentos importantes para o crescimento saudável.

“Fiquei surpresa com a aceitação das crianças a esse passeio cultural. Essa é a segunda vez que eles frequentam o local e agora eles mesmo cobram mais visitações, demonstrando que o objetivo do projeto vem atendendo ao seu objetivo”, conta Ana Michele.

A Casa da Cultura é uma instituição cultural que funciona na Rua Elizeu Martins, esquina com 7 de setembro, número 1426, Centro, em frente à praça João Luís Ferreira. O local é mantido pela Prefeitura de Teresina e mantém um acervo que mostra um pouco do passado teresinense.

Balneário Curva São Paulo terá atrações musicais no domingo (24)

Com o intuito de fortalecer o turismo local, gerar renda e lazer para à população, a Prefeitura de Teresina estará realizando no próximo domingo (24/10), mais uma tarde de lazer no Balneário Curva São Paulo, na zona Sudeste da capital. Esta edição do Domingão do Balneário Curva São Paulo ocorrerá das 15h às 19h e terá a participação do Grupo Raízes do Samba e do Grupo Fervendo Frevo e Vando do Trombone.

Por orientação do prefeito Dr. Pessoa, o espaço turístico vem recebendo intervenções com o intuito de oferecer melhores condições de trabalho para os permissionários e oferecer mais atrativos aos visitantes. A ideia da atual gestão é fazer com que o local volte a ser bem movimentado, levando às famílias de volta para os tradicionais finais de semana na curva.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Scheyvan Lima, conta que na primeira edição do evento, já foi possível notar famílias fazendo piquenique e outras se divertindo nos quiosques. O gestor comenta ainda que ao longo deste segundo semestre o espaço contará com mais investimentos culturais.

“Estamos mantendo um bom diálogo com o professor Zé Nito da SAAD Sudeste, para que esse espaço tão importante para a capital volte a atrair o público teresinense, principalmente os que não dispõem de recursos para frequentar clubes particulares”, diz Scheyvan Lima.

De acordo com o professor Zé Nito, superintendente da SAAD-Sudeste, ao longo do ano o espaço tem recebido intervenções na limpeza pública e iluminação, porém segundo ele, a intenção da gestão é fazer uma ampla revitalização.

“A curva São Paulo é um lugar maravilhoso para todos os teresinenses. Paisagem bonita, lugar para comer, beber e curtir a família. A Saad – Sudeste está cuidando do local fazendo limpezas e capinas constantes enquanto fazemos um projeto de revitalização completa para o ano que vem”, afirma Zé Nito.

O Balneário Curva São Paulo oferece estacionamento gratuito e conta com um espaço amplo e arejado para passeios em família. Por conta da pandemia, é recomendado o uso de máscaras e a constante higienização das mãos.

Foto: O Grupo Fervendo Frevo e Vando do Trombone são atrações deste domingo (24/10), no Balneário Curva São Paulo.

Lágrimas e aplausos: Orquestra Sinfônica de Teresina leva público para o CEU Sul

Mesmo com a chuva repentina que caiu no final da tarde de ontem (23/09), a Orquestra Sinfônica de Teresina manteve seu cronograma e realizou a sua apresentação/ensaio no Centro de Artes e Esportes Unificados Ana Maria Rêgo (CEU-Sul), localizado no Bairro Portal da Alegria, na zona Sul da capital. A apresentação faz parte do Projeto “Sinfonia nos Bairros”, que tem como objetivo levar as apresentações e ensaios da orquestra para os mais diversos bairros, levando cultura para aqueles que geralmente não dispõem de tempo ou recursos para acompanhar os concertos que geralmente ocorrem na região central da cidade.

Para o maestro Hilson Costa, o projeto que já existe há seis anos, vem atraindo cada vez mais um público que geralmente não tinha acesso a esse tipo de apresentação. Ele conta que além dos concertos, a Orquestra Sinfônica de Teresina também trabalha o lado social, seja por meio de apresentações na periferia ou por cursos profissionalizantes na área da música. “Para cada apresentação buscamos mesclar músicas populares com o erudito e isso atrai olhares e aplausos, mais é nos bairros que percebemos um interesse maior da população com o novo, pois são músicas que não se escutam e barzinhos ou churrascarias”, conta o maestro Hilson Costa.

Scheyvan Lima, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, acompanhou a apresentação, na sua fala ao público, ele firmou o compromisso da instituição em continuar descentralizando as ações desenvolvidas pela pasta da cultura no município de Teresina. “Ao longo do ano já realizamos diversas atividades em praças e parques da capital e nossa meta é levar esse projeto para todos os bairros da cidade, para que todos, independente da classe social, possam ter direitos iguais de acesso a cultura”, comenta Scheyvan Lima, lembrando que em breve a Orquestra Sinfônica de Teresina estará se apresentando na região da Santa Maria da Codipi, na zona Norte.

Lágrimas e encanto

A doméstica Francinete Rodrigues dos Santos, moradora da Vila da Glória, conta que todo final de tarde tira um tempinho para praticar atividades esportivas no CEU Sul e que ontem resolveu parar essa atividade, para segundo ela, acompanhar os homens de preto com instrumentos musicais. Com 52 anos de idade, Francinete nunca havia acompanhado uma apresentação da orquestra e por ter se encantado com o que viu, foi até difícil para ela esconder as lágrimas de felicidade.

“A gente trabalha muito e com isso não aproveitamos o lado bom que a cidade nos oferece, fiquei encantada e emocionada ao ponto de não conter as lágrimas, foi uma apresentação muito bonita, espero ter outras oportunidades de poder acompanhar outra vez essa orquestra”, afirma Francinete Rodrigues, a nova fã da música clássica.

Quem também esteve presente na atividade e sempre se encanta com as apresentações da orquestra, foi a correspondente imobiliária Teresinha Portela, de 36 anos e que reside no Bairro Portal da Alegria. Teresinha conta que ficou sabendo da atividade no CEU-Sul por meio das redes sociais, para ela, iniciativas como estas são sempre bem vindas, pois leva para o público música de qualidade. “Ir a um concerto da Orquestra Sinfônica de Teresina sempre é algo encantador e quando a apresentação é no bairro da gente, é melhor ainda”, conta Teresinha Portela.

A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio de um contrato de gestão entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e a Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina (AOST).

 

Dr. Pessoa inaugura a nova Casa da Cultura de Teresina

Em uma solenidade com a presença de diversas autoridades públicas, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, inaugurou na manhã desta terça-feira (17), a nova Casa da Cultura de Teresina, espaço que abriga parte do acervo histórico da capital piauiense. A solenidade, que fez parte da programação que comemora os 169 anos do município, também marcou a criação de um novo espaço cultural, gerando novas possibilidades para os amantes da cultura. A nova sede da Casa da Cultura está localizada na rua Elizeu Martins, esquina com 7 de setembro, número 1426, Centro, em frente à praça João Luís Ferreira.

O projeto Casa da Cultura foi criado em 1994 com o intuito de manter intacta a memória da cidade, o mesmo dispõe de um museu que contém um vasto acervo museológico, se tornando um grande atrativo para turistas, estudantes e os próprios teresinenses que buscam conhecer um pouco mais sobre a história da cidade.

O prefeito Dr. Pessoa falou da importância de se valorizar a cultura local e que não medirá esforços para dar o apoio necessário ao setor.

“Inauguramos hoje um novo espaço cultural no município de Teresina, é a primeira de muitas que pretendemos construir nessa nova gestão”, confirma Dr. Pessoa, enfatizando ainda que os bairros de Teresina também serão atendidos com as ações públicas na área da cultura.

De acordo com Marilene Evangelista, diretora da Casa da Cultura, o novo espaço está em uma edificação com característica da arquitetura implantada no Brasil, na segunda metade do século XIX e que tem uma grande importância histórica para o município. A diretora lembra ainda que o prédio pertence ao próprio município e que foi tombado no ano de 1992.

“Apesar do novo endereço, o que me deixa feliz é o fato de podermos retomar as atividades da Casa da Cultura, projeto que estava parado há mais de um ano, por conta das medidas restritivas para tentar evitar o aumento de casos do novo coronavírus. Na segunda-feira (23), estaremos retomando as atividades com a abertura para visitações públicas, neste primeiro momento, em um horário reduzido e mantendo os protocolos sanitários”, comenta Marilene Evangelista.

O que será feito da Casa do Barão

A Casa do Barão, situada na Praça Saraiva, por muito tempo abrigou a Casa da Cultura e há anos passa por problemas estruturais, que inclusive colocava em risco o rico acervo que tinha no local.

Apesar de ser um prédio particular, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) já está em conversa com a Arquidiocese de Teresina, proprietária do imóvel, para que o espaço seja reformado e passe novamente a abrigar projetos culturais.

Segundo Scheyvan Lima, a gestão municipal tem por obrigação zelar pelo patrimônio histórico da capital, por isso foi tomada a decisão da mudança de endereço da Casa da Cultura para que, a exemplo de outras cidades, o acervo contido no espaço não ficasse em risco. Ele lembra que outros espaços pelo país afora já perderam seus acervos por conta de problemas estruturais.

“Já iniciamos um diálogo saudável com proprietários da Casa do Barão para que o prédio possa passar por uma ampla reforma sem perdas para o poder público, uma vez que se trata de um bem particular. Já considero isso um avanço, uma vez que essa reforma já deveria ter sido feita há anos, por isso e por entender que essa edificação também faz parte da história de Teresina é que vamos manter os esforços para que a cultura continue sendo abrigada no espaço”, conclui Scheyvan Lima.

Palácio da Música realiza ensaio com bandas e orquestras

Foi realizado no final da tarde desta sexta-feira (06), um ensaio geral com as bandas e orquestras que atuam no Palácio da Música, o evento faz parte do calendário cultural da programação do aniversário de Teresina, que este ano completa 169 anos de emancipação política. O evento contou com a presença do Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, do presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Scheyvan Lima e diversas autoridades locais.

O ensaio geral contou com quatro apresentações dos principais grupos musicais em atividade no Palácio: Orquestra Sinfônica, Orquestra de Violões, a Orquestra Sanfônica e a Banda 16 de Agosto.

O prefeito Dr. Pessoa destacou a importância dos projetos desenvolvidos no Palácio da Música para a cultura teresinense e garantiu que nessa gestão todos eles serão mais valorizados.

“O mundo sem música, cultura ou arte, não faz sentido. Por isso é importante valorizarmos esses elementos, por isso estamos trabalhando para descentralizar essas ações, para que elas possam chegar a um número maior de pessoas, principalmente aquelas que residem nos bairros e comunidades rurais, que geralmente não têm acesso a esses projetos”, confirma Dr. Pessoa.

Por conta da pandemia e para seguir uma determinação do prefeito de descentralizar as ações culturais, parte dos ensaios realizados pelos grupos que compõem o projeto, estão sendo realizados presencialmente nas praças de diversos bairros da capital, sendo ainda este mês algumas comunidades rurais serão beneficiadas.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Scheyvan Lima, nomeou o evento como um ato de resistência à pandemia do novo Coronavírus. Para ele é preciso começar a retomar as atividades, principalmente as relacionadas à cultura, que foi a primeira a ser afetada com os efeitos do isolamento social.

“A cultura foi um dos setores mais afetados desde o surgimento da Covid-19; ela foi o primeiro setor a ser atingido e o último a ser liberado. Hoje esse ensaio diz para Teresina que estamos vivos, e avistando um novo momento para a cultura teresinense” concluiu Lima, alertando ainda que apesar desse retorno gradativo, ainda é preciso que as pessoas tomem os devidos cuidados para evitar o contágio do vírus.

O Palácio da Música é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Além de abrigar os projetos citados acima, também oferece gratuitamente para o público, aulas e oficinas de música, além de workshops e concertos de arte.

Sinfonia nos Bairros: projeto leva cultura para bairros de Teresina

O projeto “Sinfonia nos Bairros” existe desde 2011 e chegou a sua segunda apresentação de 2021, desta vez, na Praça Cultural do Dirceu, na zona Sudeste de Teresina. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e da Orquestra Sinfônica de Teresina, que volta a realizar seus ensaios em espaços públicos.

O pedreiro Francisco Sousa, que reside no residencial Boa Esperança, também na zona Sudeste, conta que voltava para casa de bicicleta, depois de uma longa jornada de trabalho e, ao passar pela praça, se deparou com a apresentação e resolveu parar para acompanhar o trabalho dos músicos. Francisco fala também que a gestão municipal está de parabéns, pois, segundo ele, foi a primeira vez que ele assistiu a uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Teresina.

“Não é todo dia que a gente vê algo assim nessa praça, ainda mais agora neste período de pandemia, onde se quer podemos nos reunir com familiares. Nós, que não dispomos de boas condições financeiras, não temos como ir para teatros ou casas de shows, por isso, parabenizo os idealizadores dessa ação”, comenta Francisco Sousa, afirmando ainda que, após assistir a apresentação chegará em casa com a mente mais tranquila.

Scheyvan Lima esteve na apresentação e falou aos presentes sobre o projeto.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da FMC, o projeto tem como objetivo levar os instrumentos de cultura do município para as regiões periféricas da capital, a fim proporcionar oportunidades de acesso à cultura de forma igualitária. Para ele, a cultura mais perto do povo abre portas, pois crianças e adolescentes se apaixonam e começam a buscar opções de profissionalização nessa área, contribuindo diretamente com a redução da criminalidade nas comunidades.

“A região do Dirceu foi a segunda a receber esse projeto em 2021, nossa intenção é levá-lo para as comunidades urbanas e rurais em todas as zonas da cidade. A população carente de Teresina também tem o direito de ter acesso a esse tipo de apresentação, que geralmente só ocorre nas grandes casas de espetáculos, fato que, para início, já exclui parte da população teresinense”, comenta Scheyvan Lima, enfatizando ainda que a descentralização das atividades culturais vai de encontro com uma determinação do prefeito Dr. Pessoa que quer a cultura mais perto do povo, principalmente os mais carentes.

 

Noite de emoções

Engana-se quem acha que o ensaio/apresentação emocionou apenas o pequeno público que passou pela Praça Cultural do Dirceu, o maestro Aurélio Melo, que comanda a Orquestra Sinfônica de Teresina, falou de forma emocionada sobre o retorno de apresentações para o público presente.

Emocionado, o maestro Aurélio Melo falou sobre a importância de aproximar o povo a estes projetos.

Ele relatou que ficou impressionado com as pessoas que pararam e assistiram atentas ao ensaio da sinfônica que tocou músicas clássicas que geralmente não tocam nas rádios.

“Mesmo como forma de ensaio, fiquei muito satisfeito com o resultado dessa apresentação no bairro Dirceu, o povo de Teresina precisa realmente de ter acesso a esse tipo de música e isso ficou comprovado na noite de ontem”, afirma o maestro Aurélio Melo.

As apresentações do “Sinfonia nos Bairros” geralmente ocorrem uma vez por mês, sempre sem aviso prévio para que não se gerem grandes aglomerações. Para mais informações sobre as ações municipais na área da cultura, basta acessar o site cultura.teresina.pi.gov.br.

Balé da Cidade de Teresina retorna de forma gradual os ensaios presenciais

Após mais de um ano de ensaios em casa, por conta das medidas protetivas contra a propagação do novo coronavírus, o Balé da Cidade de Teresina inicia o retorno gradual de ensaios e aulas presenciais, desta vez, de forma provisória em uma nova casa. A sede da companhia de dança, que antes funcionava na Casa da Cultura (bairro Centro), foi transferida, momentaneamente, para o Teatro João Paulo II, que fica na região Sudeste da capital.

Para a diretora do Balé da Cidade, Chica Silva, esse é um momento feliz e de cuidados, pois, segundo ela, levar de volta o corpo do balé para ensaios presenciais em uma época delicada por conta do momento pandêmico requer novos modelos de trabalho.

“Estamos nos adaptando a esse novo momento para que possamos ensaiar juntos. Saímos de casa, mas sem relaxar nos cuidados, todos usando máscara e ainda sem grandes aglomerações”, afirma a diretora da companhia.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Scheyvan Lima, reafirma o compromisso da gestão municipal de descentralizar os projetos culturais para que mais teresinenses possam ter acesso a estes serviços.

“Estamos transferindo alguns projetos que funcionavam na Casa da Cultura para outras casas ligadas a FMC, por isso resolvemos em comum acordo com o Balé da Cidade, transferir, de forma momentânea, a companhia para o Teatro João Paulo II, que irá possibilitar a estes profissionais um espaço adequado para ensaios e apresentações, bem como beneficiar a população do grande Dirceu”, confirma Scheyvan Lima.

Sobre a Companhia

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de Dança Contemporânea que atua há 28 anos no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e aprofundamento da dança piauiense.

Vem aproximando a dança da cidade, através da sua atuação, compromissada em diferentes ações, como temporadas de apresentações gratuitas, conversas e formação continuada.

O Balé da Cidade de Teresina conta com 19 integrantes e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, através de uma parceria entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Organização Social de Utilidade Pública Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina.

Prefeitura de Teresina reabre bibliotecas públicas nesta segunda (12)

Com a queda dos casos registrados de covid-19, bem como o número diário de internações e óbitos, a Prefeitura de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), resolveu marcar para a próxima segunda-feira (12), a reabertura das bibliotecas públicas municipais que funcionam em várias regiões da capital. Para esta ação, todos os espaços tomaram medidas que garantem o distanciamento social e ainda a instalação de totens de álcool 70% para que os consulentes possam higienizar as mãos antes de terem acesso aos acervos.

Nesta primeira etapa serão abertas cinco das oito bibliotecas municipais, as demais serão reabertas de forma gradativa ao longo do segundo semestre deste ano. As bibliotecas irão funcionar, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, recebendo de forma presencial apenas 50% de suas capacidades, tendo o consulente a oportunidade de agendamento prévio para retirada de livros, através das redes sociais ou telefones das bibliotecas.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a medida atende a necessidade de vários teresinenses que, por conta das medidas restritivas da pandemia do coronavírus, ficaram sem ter um local apropriado para realizar seus estudos. “As aulas em algumas instituições de ensino já recomeçaram, sem contar que temos em andamentos vários concursos públicos, por isso resolvemos reabrir esses espaços”.

O gerente de Patrimônio Histórico e Cultural da FMC, Messias Júnior, antecipa que, no segundo semestre deste ano, ocorrerá ainda o lançamento de duas campanhas voltadas para a leitura, sendo que uma delas será em parceria com associações e comerciantes e a outra em parceria com grupos religiosos e a Secretaria Municipal de Educação.

“A Prefeitura de Teresina quer a descentralização de vários projetos para que a população da periferia e comunidades rurais possam ter os mesmo direitos e oportunidades que as pessoas que residem na região central possuem”, explica Messias Júnior.

Veja a lista e telefones das bibliotecas que irão reabrir:

ABDIAS NEVES – Centro
Tel. 3215 7824
FONTES IBIAPINA – Bairro Matadouro
Tel. 3215 7823
DA COSTA E SILVA – Bairro Parque Alvorada
Tel. 3215 9230
H. DOBAL – Bairro Satélite
Tel. 3215 7910
SÃO JOÃO – Bairro São João
Tel. 3215 7871

Semcaspi e FMC firmam parceria para ações culturais no Centro de Valorização

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) firmaram parceria, na manhã desta quinta-feira, (01/07), para promover ações culturais no Centro de Valorização, que atenderá pessoas em situação de rua. O Centro de Valorização já está com um total de 95% das obras concluídas.

A proposta é atender a demanda cultural das pessoas que estão em situação de rua, com desenvolvimento de projetos no Centro de Valorização.

De acordo com Márcio Allan, secretário da Semcaspi, as parcerias institucionais são necessárias para viabilização de programas e projetos, que serão realizados nas unidades da secretaria.

“O Centro de Valorização será inaugurado no mês do aniversário de Teresina e já estamos fechando parceria de ações culturais com a Fundação Monsenhor Chaves, que dará o suporte cultural ao Centro de Valorização. Já deixamos encaminhado também, a essa mesma parceria, ações na creche dos idosos, que ainda está sendo planejada e é um grande sonho do nosso prefeito Doutor Pessoa”, pontuou.

Para Scheyvan Lima, presidente da FMC, a parceria entre a cultura e o social só tem a acrescentar aos serviços prestados para a população teresinense.

“Acreditamos nessa parceria da cultura com o social! Nós achamos que isso é necessário no município de Teresina e essas novas ideias do Doutor Pessoa darão mais qualidade aos serviços prestados e atingirão públicos que têm pouco acesso às atividades culturais”, ressaltou.

Teresina poderá sediar evento junino a nível nacional em 2022

Através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e a Federação das Quadrilhas Juninas do Piauí (FAQUAJUPI), a capital piauiense poderá abrir em junho de 2022, um evento junino de porte nacional, com apresentações de grupos dos mais diversos Estados do Norte/Nordeste. O anúncio foi feito por Scheyvan Lima, presidente da FMC, durante o encerramento do Festival Junino de Teresina, realizado ontem (30), na Praça Rio Branco, no Centro da capital.

O presidente conta que já começaram os diálogos para que a cidade seja sede de pelo menos um dos grandes eventos juninos nacionais, a fim de recolocar Teresina em seu lugar de destaque no quesito cultura junina. “O prefeito Dr. Pessoa é muito sensível às causas populares, por isso ele já determinou que não sejam medidos esforços para valorizar de verdade a cultura teresinense”, comenta Scheyvan Lima.

FESTIVAL JUNINO DE TERESINA

Após uma semana de apresentações, chegou ao fim o Festival Junino de Teresina, que presenteou vários bairros da cidade com apresentações da Orquestra Sanfônica “Seu Dominguinhos”, grupos de bumba meu boi, grupos de dança e quadrilhas juninas. O evento aconteceu de forma dinâmica, sem divulgação prévia para que não fossem geradas aglomerações, isso por conta da pandemia da Covid-19.

Rosana Silva, que reside no bairro Santa Maria da Codipi, é uma amante do período junino. Ela conta que foi pega de surpresa com as atrações que se apresentavam na Praça Rio Branco. “Vim ao Centro para resolver umas pendências da minha família, chegar aqui e se deparar com uma banda de música típica e quadrilhas juninas, deu um alívio no peito e uma vontade enorme de chorar, pois vivemos dias incertos e ter um momento como esse cria um sentimento de que, aos poucos, vamos conseguir vencer esse desafio que o mundo todo vem enfrentando”, disse Rosana Silva se referindo à pandemia da Covid-19.

No encerramento do Festival foram realizados os concursos de melhor Casal de Noivos juninos, Rainha Junina e Rainha da Diversidade. Os melhores foram escolhidos por um júri especializado e receberam uma premiação em dinheiro.

Veja os finalistas:

Melhor Casal de Noivos

1 – Luar do São João
2 – Balança Matuto
3 – Explosão Estrelar

Melhor Rainha

1 – Explosão Estrelar
2 – Luar do São João
3 – Balança Matuto

Melhor Rainha da Diversidade

1 – Luar do São João
2 – Coração Nordestino
3 – Explosão Estrelar