Balé da Cidade de Teresina abre inscrições para a oficina na região do Portal da Alegria

O Balé da Cidade de Teresina lança mais uma temporada do projeto Fora da Caixa, desta vez, com a oficina Ritmos, que acontece nos dias 6, 7 e 8 de julho, de 14h às 16h, no CEU Sul, que fica na região do Portal da Alegria, na zona Sul de Teresina. A oficina será totalmente gratuita e aberta para todos os moradores da zona Sul de Teresina, com inscrições realizadas no próprio local, em horário comercial.

De acordo com Janaína Lobo, coordenadora artística do Balé da Cidade de Teresina, a oficina é uma espécie de curso rápido e tem como objetivo expandir a atuação da companhia de dança por toda a cidade, promovendo o acesso e democratizando a dança por meio de ações gratuitas voltadas para a comunidade. A coordenadora explica que durante esses três dias as pessoas matriculadas irão ter acesso as oficinas de dança de salão e danças urbanas ministradas pelas bailarinas Renice Silva e Jeciane Sousa.

“O Fora da Caixa” começou na pandemia com edição online e, desde o ano passado, está acontecendo de forma presencial. É uma estratégia de dialogar com o público para além das apresentações. São momentos de oficina, onde entendemos que a troca com o público é mais próxima. Aqui a gente consegue, além de divulgar o nosso conhecimento, contribuir com a formação artística das pessoas”, explica Janaína Lobo, enfatizando ainda que também serão trabalhadas as técnicas ideais para quem quer se aprofundar no mundo da dança.

Sobre a Companhia

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de Dança Contemporânea que atua há 29 anos no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e difusão da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade por meio da sua atuação em diferentes ações, como temporadas de apresentações, conversas e formação continuada.

O Balé conta com 18 integrantes e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, em contrato de gestão com a AABCT, Organização Social de Utilidade Pública Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção-geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo, aulas de Samuel Alvís e ensaios de José Nascimento.

Para mais informações sobre apresentações, oficinas e cursos do Balé da Cidade de Teresina, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br, ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Arraiá Popular de Teresina reuniu grupos culturais e atrações musicais

Diversas atrações culturais animaram o Arraiá Popular no Parque da Cidadania Fotos(Ascom/FMC)

Durante o mês de junho, a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), esteve em diversos bairros e comunidades rurais incentivando diversas atividades populares voltadas para o período junino, comprovando o compromisso da gestão em ampliar os investimentos na área da cultura. Nesse final de semana, durante dois dias, ocorreu no Parque da Cidadania, na zona Norte da capital, a primeira edição do Arraiá Popular de Teresina, evento realizado com o objetivo de encerrar as festividades juninas promovidas pela gestão pública municipal.

O Arraiá Popular de Teresina contou com apresentações de grupos de bumba-meu-boi, quadrilhas juninas, grupos circenses, bandas locais, além de um espaço kids e uma praça de alimentação com bebidas e comidas típicas deste período do ano. O evento foi totalmente gratuito, e além de unir a cultura com a natureza, quem compareceu ao evento também pôde ajudar com a campanha solidária da FMC que, desde o início deste ano, em todos os seus eventos, vem arrecadando alimentos que são doados para as famílias carentes da capital.

Ênio Portela, presidente da FMC, conta que a população teresinense entendeu o chamado da gestão pública municipal para participarem de um arraiá tradicional, onde as famílias pudessem se juntar para comemorar o período junino. O presidente destacou ainda os investimentos que foram feitos, durante todo esse período do mês, em diversas iniciativas culturais nos mais diversos bairros e comunidades rurais de Teresina.

“Foram dois anos sem poder realizar uma festa junina com aglomeração, no período de quarentena a pasta da cultura se adaptou, realizou atividades sem aglomerações e agora, com a diminuição das restrições, já conseguimos realizar atividades com grande público. Para que a gente possa continuar realizando essas atividades públicas, é preciso que a população atenda o pedido da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e complete o esquema de vacinação contra os efeitos da Covid-19”, comenta Ênio Portela, enfatizando ainda que, no final do segundo semestre deste ano, a FMC já iria iniciar o planejamento para período junino de 2023, onde a pasta pretende realizar maiores investimentos.

População e comerciantes comemoram

Quem foi ao Parque da Cidadania durante o Arraiá Popular de Teresina pôde acompanhar de perto o melhor da cultura teresinense, e o que não faltou por lá foram elogios de quem há dois anos não tinha esse contato direto com a cultura. Lany Leila, do bairro Aeroporto, conta que ficou surpresa com a estrutura que ela encontrou no Parque da Cidadania, ela fala que foi ao local para passear com a família e que aproveitou para assistir as apresentações que ocorriam no anfiteatro do parque.

“A gente vem notando que a cidade vem ganhando muitos investimentos na área da cultura e isso me deixa muito feliz, pois nosso povo também tem que ter acesso gratuito à cultura. Obrigado ao prefeito Dr. Pessoa por ter essa sensibilidade de oferecer cultura para toda a população, pois aqui, neste evento, o rico e o pobre se juntam para celebrar o período junino”, diz Lany Leila.

No evento, empreendedores locais também tiveram oportunidade de expor e vender seus produtos, uma oportunidade para que eles pudessem gerar renda para suas famílias. Quem comemorou as boas vendas foi o pipoqueiro Pedro Cardoso, ela fala que, neste período, tem aumentado a procura da população pela pipoca, que é uma alimentação bem típica.

“Queria aqui agradecer ao prefeito Dr. Pessoa por sempre buscar realizar atividades aqui no Parque da Cidadania e em outros espaços da cidade. Esse tipo de atividade me possibilita vender minhas pipocas e, com isso, consigo manter dignamente minha família”, afirma Pedro Cardoso, comentando ainda que pela primeira vez a cidade tem um prefeito que realmente se importa com os mais pobres.

Parceria

Para a realização do primeiro Arraiá Popular de Teresina, a FMC contou com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM). O secretário da SEMAM, Luís André, esteve no evento e garantiu que, além desta parceria com a FMC, outras irão ser concretizadas, tudo para oferecer opções de cultura nos parques da cidade.

“Quando assumi a pasta do meio ambiente, o prefeito Dr. Pessoa nos chamou e falou da importância deste tipo de parceria que prioriza o povo de Teresina, por isso atendemos prontamente o chamado da pasta da cultura, como também temos feito parcerias com outras pastas da gestão municipal e empresas privadas. Essas parcerias se mostram importantes, pois atraem um número maior de pessoas para nossos parques e com isso temos na cidade pessoas mais felizes, pois depois que o cidadão tem esse contato com a natureza e com a cultura, é impossível ir para casa sem estar com um semblante de felicidade”, comenta Luís André.

Outros eventos

Para o segundo semestre deste ano, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves pretende realizar outras atividades pela cidade. Para acompanhar a programação, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Primeiro dia do Arraiá Popular de Teresina teve quadrilhas, bumba-meu-boi e shows

Com a presença do prefeito Dr. Pessoa, aconteceu ontem (1), no Parque da Cidadania, a primeira noite do Arraiá Popular de Teresina, evento gratuito que contou com a presença de centenas de pessoas e diversas apresentações culturais. O objetivo do evento é reunir as expressões artísticas para finalizar as festividades juninas, na capital piauiense, além de arrecadar alimentos não perecíveis que serão doados para famílias carentes.

O evento foi aberto pela Orquestra Sanfônica de Teresina e também contou com apresentações do bumba-meu-boi Imperador da Ilha, da quadrilha junina Estrela Matutina, além de um show musical com Mari Carvalho e Manu Cantora. Além das apresentações culturais, o espaço conta com espaço kids, onde os pais podem oferecer momentos de lazer para as crianças e praça de alimentação com a venda de comidas e bebidas típicas do período junino.

 

O prefeito Dr. Pessoa falou sobre os investimentos da Prefeitura Municipal de Teresina durante esse período. Foram investidos recursos em diversas atividades culturais realizadas nos bairros e comunidades rurais. O gestor falou ainda que a ideia da gestão é transformar o Arraiá Popular de Teresina no maior evento junino do Estado do Piauí, inclusive com a participação de grupos regionais.

“Estamos investindo muito em cultura, principalmente nas intervenções que ocorrem na periferia e nas comunidades rurais onde têm as pessoas que antes não tinham acesso a apresentações artísticas. Nestes últimos dois anos, por exemplo, a Orquestra Sanfônica de Teresina tem percorrido toda a cidade com seus talentosos sanfoneiros levando o melhor da música nordestina, inclusive determinei que o contrato com nossas bandas fosse reajustado, possibilitando o aumento salarial para esses músicos que tanto contribuem com a cultura local”, comenta Dr. Pessoa, que ressaltou ainda que esse reajuste vinha sendo solicitado há vários anos, porém, só agora, com o compromisso de valorização, os músicos foram atendidos.

 

A estudante Maria Lopes, que mora no bairro Promorar, compareceu ao evento com sua família, ela conta que atividades como o Arraiá Popular de Teresina contribuem diretamente com o bem-estar das pessoas, pois, segundo ela, a cada dia elas vivem mais estressadas por conta da rotina dos estudos ou trabalho. Ela comenta ainda que já participou de várias ações culturais realizadas pela Prefeitura de Teresina e acredita que a gestão municipal está no caminho certo, pois leva cultura para todos os cidadãos, isso independente da classe social.

“Acho muito válida essas iniciativas, por isso aproveito para apresentar nossa cultura para meus pais, que não tiveram as mesmas oportunidades que estou tendo de sempre valorizar o melhor da nossa cultura. Meu pai, já aposentado, virou fã da Orquestra Sanfônica e que agora não quer perder uma apresentação”, diz Maria Lopes.

A FESTA CONTINUA

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, conta que o Arraiá Popular de Teresina continua, neste sábado (02), a partir das 17h30, também com diversas apresentações culturais. Ele enfatiza que o evento é gratuito, mas quem quiser, pode levar um quilo de alimento não perecível para que seja doado para famílias carentes.

“Desde janeiro deste ano estamos tornando todas as nossas atividades em eventos solidários, onde nosso povo possa ajudar nessa corrente do bem o ano todo. Em nossas ações, ao invés de ingressos, pedimos alimentos e assim podemos juntos ajudar aqueles que mais precisam”, fala Ênio Portela, enfatizando ainda que aqueles que têm interesse em ter acesso às atividades culturais que ocorrem pela cidade, podem acompanhar o calendário cultural da FMC através do site cultura.pmt.pi.gov.br ou pela página cultura_the no Instagram.

ATRAÇÕES DE HOJE

Para as crianças, o Arraiá Popular de Teresina contará com a apresentação dos palhaços Bolim&Bolão, já para os demais, o evento contará com apresentações musicais com as Fulô do Sertão, Dyago do Acordeon, Banda Rosa Xote e ainda a apresentação da quadrilha Balança Matuto. A festa segue até as 22h e é uma ótima opção para as famílias teresinenses.

Começa hoje (1º) o Arraiá Popular de Teresina no Parque da Cidadania

O Arraiá Popular de Teresina começa, nesta sexta-feira (1) e segue até amanhã (2), com várias atrações e muita diversão no Parque da Cidadania. A entrada do evento é gratuita, mas o público pode levar e doar um quilo de alimento não perecível, que será destinado a famílias carentes.

O Arraiá Popular de Teresina acontece após a realização das festas juninas que ocorreram nos bairros e comunidades rurais, as quais possuíam o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC).

Segundo Ênio Portela, presidente da FMC, a capital sempre costuma celebrar o período junino, mas devido a pandemia de Covid-19, não pôde realizar nesses últimos dois anos. Agora eles retornam com os devidos cuidados sanitários.

Com isso, segundo ele, a gestão municipal, ao longo do mês, apoiou as diversas atividades realizadas nas quatro regiões da capital. Para o presidente, manter viva essa tradição é respeitar o passado e preservar o que há de melhor em nossa cultura, ele lembra ainda que, além das atrações, o Arraiá contará com uma praça de alimentação com bebidas e comidas típicas e um espaço onde os empreendedores locais vão expor seus produtos.

“Passamos dois anos sem festas juninas e agora podemos voltar, com todo cuidado possível e ao ar livre, estão todos convidados a participar do Arraiá Popular de Teresina, essa festa junina tem a cara do nosso povo. Além das atrações, teremos ainda um posto de arrecadação de alimentos que serão destinados as famílias carentes, por isso pedimos a quem for ao evento, que, se possível, colabore com a campanha solidária que a gente vem fazendo, desde janeiro deste ano, sempre arrecadando alimentos em eventos realizados pela pasta da cultura”, comenta Ênio Portela.

ATRAÇÕES

Sexta-feira (01/7)
18H – ORQ. SANFÔNICA DE TERESINA.
19H – QUADRILHA JUNINA ESTRELA MATUTINA.
19:30H – SHOW MUSICAL MARI CARVALHO.
20:40H – BUMBA MEU BOI.
21H – SHOW MUSICAL –  MANU CANTORA.

Sábado (02/07)
17:30H – SHOW INFANTIL BOLIM & BOLÃO.
18:30H – AS FULÔ DO SERTÃO.
19:30H – SHOW DYAGO DO ACORDEON.
21H – QUADRILHA JUNINA BALANÇA MATUTO.
21:30H – BANDA ROSA XOTE.

SOBRE O LOCAL

O Parque da Cidadania é um parque mantido pela gestão municipal, que está localizado no bairro Cabral, na zona Norte de Teresina. O mesmo conta com um amplo estacionamento, banheiros, praça de alimentação e segurança.

Para mais informações sobre o Arraiá Popular de Teresina, bem como todos os eventos culturais realizados com recursos municipais, basta acessar o site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Orquestra Sanfônica de Teresina irá se apresentar no Mocambinho

Durante esse mês de junho a Orquestra Sanfônica de Teresina vem mantendo uma vasta agenda de apresentações por toda a cidade e agora chegou a vez do bairro Mocambinho, que fica localizado na zona Norte da capital, receber a orquestra que tem a cara do povo nordestino.

A apresentação será totalmente gratuita e ocorrerá durante a realização do evento Teresina Cuida de Você, que será realizado na manhã deste sábado (25/06), no Parque Ambiental Matias Matos.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, durante todo o mês de junho, a Prefeitura Municipal de Teresina tem investido em cultura popular, principalmente apoiando atividades culturais realizadas em diversos bairros de Teresina. Ele também lembra que neste período, por conta das atividades juninas, a Orquestra Sanfônica de Teresina intensifica sua agenda, levando o melhor da música nordestina para os teresinenses.

“O período mais nordestino do ano traz consigo boas opções culturais, entre elas as apresentações da Orquestra Sanfônica de Teresina, que tem sido uma importante parceira durante essa programação. Quem ainda não conferiu essa apresentação feita pelos homens e mulheres com suas sanfonas, vale a pena aproveitar, é uma opção saudável para as famílias de Teresina”, diz Ênio Portela.

Além das apresentações, os músicos da Orquestra Sanfônica de Teresina também atuam na formação de novos profissionais, oferecendo a população cursos de sanfona que são realizados no Palácio da Música.

O curso tem sido uma opção para aqueles que desejam seguir carreira profissional ou os que tem como objetivo não deixar essa arte acabar, ele também é uma alternativa para quem não dispõe de recursos financeiros para custear um curso completo.

Para mais informações sobre apresentações, cursos e demais ações da Orquestra Sanfônica de Teresina, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Parte dessas informações também podem ser consultadas na página cultura the no Instagram.

CONFIRA O CALENDÁRIO DE APRESENTAÇÕES

Dia 24/06 – 9h – EMBRAPA
Dia 24/06- 9h – SEMA – trio
Dia 25/06 – 11h – Teresina Cuida de Você / Parque Matias Matos
Dia 26/06 – 11h – Iate Clube
Dia 01/07 – 10h – Mercado Central (restaurante)
Dia 01/07 – 18h – Parque da Cidadania

Orquestra Sinfônica de Teresina agora é Patrimônio Imaterial do Piauí

Mantida pela Prefeitura Municipal de Teresina, através de um contrato de gestão com a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a Orquestra Sinfônica de Teresina agora é Patrimônio Cultural Imaterial do Piauí. Essa boa notícia para a cultura teresinense passou a vigorar desde o último dia 15 de junho, por meio da Lei n° 7.815, assinada pela Governadora do Estado do Piauí, Regina Sousa.

A OST como é mais conhecida a Orquestra Sinfônica de Teresina, foi criada em 1993, e desde então vem evoluindo, inclusive assumindo o papel importante na profissionalizar jovens e adultos na área da música, através de cursos realizados pela gestão municipal no Palácio da Música. Vendo essa evolução, o prefeito Dr. Pessoa atendeu o pedido dos membros da Orquestra e reajustou o valor do contrato que estava defasado há vários anos, isso possibilitou o aumento do salário dos músicos e ainda melhoria nos equipamentos musicais, bem como mais apresentações gratuitas para o público teresinense.

Para Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, essa lei proposta pelo legislativo estadual reconhece diretamente o esforço do município de Teresina em valorizar o que temos de melhor na nossa cultura. O presidente enfatiza que a gestão municipal vem investindo muito em cultura e que leis como esta mostram que a cultura da capital segue pelo caminho certo.

“A orquestra é composta por homens e mulheres que lutam diariamente pelo bem da nossa cultura, há vários anos eles vinham sofrendo com a falta de recursos financeiros, já que desde a sua criação o contrato não tinha reajustes, fato que já foi sanado pela atual gestão, isso porque temos um prefeito que realmente é preocupado com cultura”, conta Ênio Portela.

O maestro Aurélio Melo conta que ficou muito feliz com esse reconhecimento e que a lei só dá mais gás para que nós que fazemos a Orquestra Sinfônica de Teresina continuemos a realizar com qualidade o nosso trabalho. Ele relata que a cada dia que passa a orquestra vem se aproximando mais da população, principalmente daqueles que não tinha acesso aos concertos que ocorrem em casas de espetáculos.

“A cada reconhecimento, fica a nossa gratidão e isso iremos retribuir levando música de qualidade para todos, inclusive com apresentações em praças e parques espalhados pela periferia de Teresina e outros espaços do Estado do Piauí”, fala o maestro Aurélio Melo.

Para saber mais sobre apresentações e cursos realizados pela Orquestra Sinfônica de Teresina, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Banda 16 de Agosto realiza apresentações em Teresina

Nesta quinta-feira (23), às 9h, a Banda 16 de Agosto se apresentará, no bairro Matadouro, na zona Norte de Teresina, como parte de uma ação da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultural Monsenhor Chaves (FMC), que leva música para todos os pontos da cidade. A banda também se apresenta, na sexta-feira (24), no evento do Orçamento Popular, que ocorrerá no Centro da cidade.

No último final de semana, atrações circenses, a Orquestra de Violões e a Banda 16 de Agosto estiveram se apresentando ao público visitante do Parque da Cidadania, também como parte do projeto.

Ao longo deste mês, a banda já realizou cerca de 12 apresentações, todas gratuitas e com o intuito de oferecer cultura de forma igualitária para todos os teresinenses. Por conta do período junino, todas essas apresentações estão sendo temáticas, uma forma encontrada pela banda para se aproximar ainda mais da população.

De acordo com o maestro Rocha Sousa, a Banda 16 de Agosto tem um papel muito importante para a cidade, pois além de oferecer ao público momentos de lazer, por meio de suas canções, ela também atua na formação de novos profissionais. Para o maestro, este retorno das apresentações públicas está sendo bem gratificante, pois pessoas que antes não conheciam o trabalho da banda, passaram a acompanhar de perto as apresentações.

“Além das apresentações promovidas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a Banda 16 de Agosto também tem participado da abertura de diversas solenidades públicas realizadas pelos órgãos da gestão municipal. Aos teresinenses, fica o convite para acompanhar uma dessas apresentações que realizaremos neste final de semana, são todas gratuitas e lá o público terá acesso a música de qualidade”, comenta o maestro Rocha Sousa.

Para mais informações sobre o trabalho desenvolvido pela Banda 16 de Agosto, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página cultura_the no Instagram.

Orquestra Sinfônica de Teresina irá se apresentar no bairro Macaúba

Os 65 músicos deixam o ensaio tradicional, que ocorre no Palácio da Música e ensaiam em espaços públicos Fotos(Ascom/FMC)

Com seus músicos tocando belas canções, a Orquestra Sinfônica de Teresina (OST) segue com sua programação se apresentando em diversas regiões da capital levando ao público o melhor da música clássica. As apresentações fazem parte do Projeto Sinfonia nos Bairros, que nesta sexta-feira (13), a partir das 17h, estará no Parque Ambiental do bairro Macaúba, na zona Sul da cidade.

Segundo David Danilin, spalla da Orquestra Sinfônica, neste modelo, os 65 músicos deixam o ensaio tradicional, que ocorre no Palácio da Música e ensaiam em espaços públicos, tendo uma maior interação com o público, em especial com aqueles que geralmente não tiveram a oportunidade de assistir a um concerto. David explica que o projeto já faz parte do calendário da OST, e que agora, com o reajuste dado pelo prefeito Dr. Pessoa, a orquestra deverá ampliar suas apresentações.

“Com esse reajuste que recebemos, projetos como o Sinfonia nos Bairros ocorrerão com mais frequência. Espero que os moradores da Macaúba e bairros vizinhos compareçam ao parque para prestigiar nosso ensaio, pois tenho a certeza que quem for sairá encantado”, conta David Danilin, afirmando ainda que a zona Rural de Teresina também será beneficiada com apresentações.

A Orquestra Sinfônica de Teresina (OST) é um projeto mantido com recursos públicos da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). Além dos concertos e ensaios abertos ao público, a OST  também atua na formação de novos profissionais, oferecendo cursos nos teatros municipais e no Palácio da Música.

Para mais informações sobre a OST e demais projetos culturais mantidos pelo poder público municipal, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Parte dessas informações também estão disponível na página @cultura_the no Instagram.

Projeto Vem pro Teatro reunirá diversos artistas de Teresina

Artistas teresinenses estarão participando do Projeto Vem pro Teatro, que acontece, no próximo sábado (26) e no domingo (27), no Teatro João Paulo II, na zona Sudeste e no Teatro do Boi, localizado na zona Norte de Teresina. De forma gratuita, o projeto visa aproximar ainda mais a população das casas de espetáculos, que por dois anos estiveram com suas portas fechadas por conta das restrições exigidas devido ao momento pandêmico.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), conta que as casas de espetáculos foram as primeiras a serem afetadas com as restrições e que agora, com a flexibilização de algumas medidas sanitárias, a Prefeitura de Teresina pretende retomar a movimentação desses espaços. Para o presidente, essas medidas além de oferecer opções culturais para a população, também servirão para valorizar o artista local dando a eles oportunidades de gerarem renda às suas famílias.

“Este retorno é motivo para comemorar passamos muito tempo sem vivenciar espetáculos nos teatros, nas nossas casas. O prefeito Dr. Pessoa é um grande entusiasta da cultura teresinense, e já nos pediu um plano de retorno gradual das atividades nos teatros, bem como a realização de eventos em comunidades urbanas e rurais, isso a fim de oferecer cultura de forma igualitária para todos os municípios”, comenta Ênio Portela.

André Veras e o Forró Alazão estão entre as atrações

Para o cantor André Veras, um dos artistas que irão se apresentar no Vem pro Teatro, o apoio da Prefeitura de Teresina neste momento é muito importante para o artista local, principalmente para aqueles que vivem apenas da cultura. Para o cantor, essa vai ser uma oportunidade para os artistas voltarem a se aproximar do público, além de dar mais visibilidade ao nosso trabalho.

“Fico muito feliz por ter sido chamado para participar desse evento, ainda mais sabendo que é algo que valoriza o trabalho do artista da terra, aquele que nasceu aqui e que tanto luta para divulgar a sua arte. Espero a presença de todos vai ser uma festa bonita, uma oportunidade de reencontro”, conta André Veras.

Este retorno das atividades nos teatros contará com mais de 20 atrações abordando todos os públicos, desde o infantil com os palhaços Bolim & Bolão até o adulto com Janaina & Banda e ainda André Veras e Forró Alazão.

Veja a programação:

Sábado (26)

Teatro do Boi

17H – SHOW INFANTIL – BOLIM & BOLÃO
17:40H – CORPO DE BAILE DO TEATRO DO BOI
18H – ESPETÁCULO INFANTIL – JOÃO TRANCOSO
19H – GRUPO DE DANÇA
20H – SHOW MUSICAL – JANAINA & BANDA

Teatro João Paulo II

17H – ESPETÁCULO INFANTIL : O SAPO SEVERINO
18H – CIA. DANÇA EFICIENTE : ESPETÁCULO PLENITUDE
18:20H – GRUPO DE CULTURA AFRO AFOXÁ : “DAI-ME LICENÇA”
18:50H – GRUPO OPEQ: ESPETÁCULO – LENDÁRIO PIAUIENSE
19:30H – GRUPO DANÇAS QUE TEMOS FEITO: ESPETÁCULO – PIAUIENSE SAMURAI
20H – GRUPO THE FLAVOR BATLE : ESPETÁCULO – DANÇA URBANA
20:30H – SHOW MUSICAL: JAMILLY REIS IN TRIO
16H ÀS 22H – ARTE FEIRA DO TEATRO JOÃO PAULO II

Domingo (27)

Teatro do Boi

17:30H – CIA. TALISMAN DE CIRCO
18H – TRUPE EQUILIBRISTA: BOTANDO SENTIDO
18:40H – GRUPO DE DANÇA
19H – TRUPE DE PONTA CABEÇA – ALÉM DA LONA
19:40H – SHOW DE HUMOR – JACKSTÊNIO
20:10H – SHOW DE HUMOR – KATIA PICOLÉ
20:40H – SHOW MUSICAL – MACHADO JR & BANDA

Teatro João Paulo II
17:30H – MÁGICO ZARON
18:20H – KARLA SOUSA: ESPETÁCULO DE DANÇA – VIAGEM NO CORPO BARCO
19H – GRUPO ARTE 2: ESPETÁCULO DE DANÇA “POSE”
19:40H – GRUPO MUVUCA THE: DANÇA URBANA
20H – SHOW MUSICAL : ANDRÉ VERAS E FORRÓ ALAZÃO
16H ÀS 22H – ARTE FEIRA DO TEATRO JOÃO PAULO II

 

Museu de Arte Sacra Dom Paulo Libório faz parceria com o Curso de Moda, Design e Estilismo da UFPI

Buscando a promoção de atividades interdisciplinares que possibilitem o registro e a catalogação das indumentárias e dos têxteis em fichas técnicas para a manutenção da cultura, memória e patrimônio, o Museu Municipal de Arte Sacra Dom Paulo Libório firma parceria com o Curso de Moda, Design e Estilismo da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O projeto visa colocar em fichas técnicas todo o acervo têxtil do museu, a descrição das peças, como foram feitas, suas cores, símbolos, bordados, tecidos, pinturas, bem como todos os demais detalhes.

Para Fernanda Fernandes, diretora do museu, a atividade é de extrema importância para a preservação do acervo têxtil e da memória da cidade. Além disso, o museu é um instrumento de difusão do conhecimento possibilitando a pesquisa e desenvolvimento prático acadêmico.

“Esse é um projeto que teve que parar por conta das restrições provocadas pela pandemia do coronavírus. A cultura teresinense tem muito a ganhar com essa parceria, por isso estamos retornando os trabalhos”, conta Fernanda Fernandes.

O Museu Dom Paulo Libório fica localizado na Rua Olavo Bilac, 1481 – Centro (Sul) e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O museu está aberto à visitação de segunda à sexta, das 9h às 12h, e das 13h às 17h, no sábado, das 9h às 12h, tendo o visitante que pagar uma taxa de visita simbólica no valor de R$ 2,00.