Orquestra de Violões realizará apresentações na Morada do Sol e na Praça Pedro II

Dentro da programação cultural da Prefeitura Municipal de Teresina e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a Orquestra de Violões de Teresina (OVT) vai realizar nesta semana duas apresentações públicas e gratuitas. As apresentações ocorrerão hoje (28/07), na Praça da Igreja de São Cristóvão, no bairro Morada do Sol, a partir das 18h e na quinta-feira (30/07), às 17h, na Praça Pedro II, no Centro de Teresina.

Durante o mês de junho, a Orquestra de Violões tem realizado diversas apresentações por toda cidade, com o objetivo de aproximar esse mecanismo de cultura da população teresinense. Por onde passaram, os músicos com seus inseparáveis violões, conseguiram arrancar aplausos e a admiração da plateia presente nas apresentações.

Para Raví Cordeiro, coordenador de projetos da OVT, essas apresentações são uma forma de divulgar o trabalho da orquestra, principalmente o CD e DVD promocional que será lançado em breve. Ainda de acordo com Raví Cordeiro, apesar da OVT ter 14 anos de existência, ela ainda é desconhecida do grande público, por isso foi tomada essa decisão de descentralização das apresentações.

“Nosso prefeito Dr. Pessoa tem nos procurado e cobrado para que a gente saia dos teatros e nos apresentemos também nas praças e parques, pois a intenção dele, é levar cultura para toda a população, independente de classe social. Essa mudança tem sido bem proveitosa, pois agora estamos com um público que antes não iam ver nossas apresentações nos teatros”, comenta Raví Cordeiro.

Além das apresentações, a Orquestra de Violões de Teresina também trabalha com a formação de novos profissionais através de cursos realizados nos teatros municipais, no Palácio da Música e nos CEUS. Os trabalhos da OVT podem ser consultados no site cultura.pmt.pi.gov.br ou na página Cultura_the no Instagram.

Dr. Pessoa renova e reajusta contrato com associação da Orquestra Sinfônica de Teresina

Como forma de garantir a execução de vários projetos culturais em Teresina, o prefeito Dr. Pessoa renovou por cinco anos o contrato entre a Prefeitura Municipal de Teresina, Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina. O novo contrato será válido até dezembro de 2026 garantindo mais segurança para os músicos e demais profissionais que prestam serviços na Orquestra Sinfônica, Orquestra Sanfônica, Orquestra de Violões, Orquestra Escola e da Banda 16 de Agosto e Banda Escola.

Além da renovação do contrato por cinco anos, o prefeito Dr. Pessoa, atendendo ao pedido do maestro Aurélio Melo, resolveu reajustar em 20% o valor mensal do contrato, que agora passa de R$ 416.437,42 para R$ 563,920,03. Para o prefeito, esse reajuste foi necessário, já que, além da estrutura para ensaios e apresentações, as orquestras precisam adquirir nossos equipamentos e ainda garantir a manutenção dos mesmos.

“As orquestras e a Banda 16 de Agosto têm um papel muito importante na cultura teresinense, por isso mantemos o nosso compromisso de valorizar a cultura local dando continuidade a esses projetos. Outra notícia boa é que os músicos também terão seus salários reajustados, pois sei que muitos foram prejudicados por conta da pandemia. Por isso, resolvi, em comum acordo com o maestro Aurélio Melo e o presidente da FMC, Ênio Portela, autorizar os recursos para que os músicos pudessem ter esse aumento no salário”, disse o prefeito Dr. Pessoa, enfatizando que, em breve, Teresina terá mais novidades na área da cultura.

Para Ênio Portela, com a renovação deste contrato, quem sai ganhando é o povo de Teresina, principalmente aqueles que moram na periferia e na zona Rural, que também deverão receber nos próximos meses concertos e ensaios. Ênio Portela fala ainda que o aumento dado ao projeto e aos músicos é mais que merecido, pois são profissionais que estudaram muito e que hoje trabalham diuturnamente para valorizar a cultura da cidade de Teresina.

“Além dos concertos e ensaios que nesta gestão ocorrem por toda a cidade, os músicos das orquestras também ministram aulas para aqueles que desejam aprender a tocar algum instrumento e se inserir no mercado musical. Cito como exemplo o Projeto Banda Escola, que também está inserido neste contrato. Ele ocorre em todas as zonas da cidade, e vem tirando muitos jovens do mundo da criminalidade, sendo que muitos deles acabam se inserindo nas orquestras, tendo ainda casos de ex-integrantes que hoje estão atuando em bandas nacionais”, enfatiza Ênio Portela.

Otimista com a renovação do contrato, o maestro Aurélio Melo, da Orquestra Sinfônica de Teresina, falou sobre o contrato de gestão que teve que ser refeito por conta do término do último contrato. Para ele, o sentimento é de orgulho e gratidão, pois com o novo contrato, a orquestra conseguirá rever tudo aquilo que foi perdido ao longo dos últimos 20 anos, onde não houve ajustes financeiros ideais para o funcionamento dos projetos.

“Por conta da inflação, perdemos muito, tínhamos até dificuldades para fazer a manutenção dos equipamentos, porém, agora com esse reajuste de 20%, conseguiremos pôr em prática todos nossos projetos sem haver as dificuldades de antes. À gestão municipal, o nosso parabéns, pois estamos se sentindo valorizados, respeitados, pois sem a manutenção adequada ficaria inviável continuar os trabalhos que realizamos”, afirma o maestro Aurélio Melo, parabenizando mais uma vez o prefeito Dr. Pessoa e o presidente Ênio Portela pelo olhar diferencial da cultura do município.

Para acompanhar os investimentos da Prefeitura Municipal de Teresina na área da cultura, basta seguir a página @cultura_the no Instagram, ou acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br.

Orquestra de Violões seleciona alunos para bolsas AJRodrigues

A Orquestra de Violões de Teresina (OVT)  irá selecionar dois jovens violonistas teresinenses para uma bolsa individual gratuita de aulas de violão a distância com o concertista mineiro Cristiano Braga. A ação faz parte das estratégias de divulgação do ensino e da prática do instrumento na cidade, sendo a mesma liderada pelos músicos da OVT.

Segundo Ravi Cordeiro, membro da OVT, a criação das bolsas de estudos surgiu de uma parceria do próprio violonista mineiro com o luthier piauiense Antônio José Rodrigues, que desde 2005 fabrica violões clássicos de seis, sete e oito cordas. Ravi explica que o professor é um dos mais renomados do país e que ele é conhecido por transformar jovens em concertistas campeões de competições nacionais e internacionais, valorizando a arte de tocar violões.

“Com essa bolsa, vamos dar oportunidade a jovens que não contam com estrutura financeira para custear as aulas com o professor Cristiano Braga. Para se ter ideia dos custos, uma única aula com esse professor renomado, custa em média R$150 reais, valor que se torna inviável para muitos dos jovens teresinenses”, comenta Ravi Cordeiro, afirmando ainda que essa seleção também faz parte das atividades que antecedem o Festival de Violões de Teresina, que este ano será realizado de forma remota por conta da pandemia do Novo Coronavírus.

Sobre o professor

Cristiano Braga, é professor Doutor em Música na Universidade Federal do Maranhão e em seu extenso currículo, além de professor e concertista com mais de 20 anos de experiência nacional e internacional, o violonista é bacharel em violão e licenciado em música pela UFMG, mestre em música/violão pela UFRS e doutor em violão pela UFMG.

Seleção

Para se inscrever os interessados deverão ter até no máximo 25 anos de idade e enviar um e-mail para o endereço ovteresina@gmail.com com o assunto “bolsa AJRodrigues” e no texto um link do YouTube com um vídeo de sua performance de até no máximo 10 minutos tocando uma ou mais músicas instrumentais. As inscrições serão recebidas de 26 de abril até dia 15 de maio.

Sobre a OVT

A Orquestra de Violões de Teresina, coordenada pelo músico Dam Bezerra, é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Para mais informações sobre as ações da cultura no município, basta acessar o site cultura.teresina.pi.gov.br.