Semana do Hip Hop movimenta o Teatro João Paulo II no Dirceu

Para celebrar o Dia do Hip Hop, comemorado no dia 11 de agosto, o Teatro João Paulo II, localizado, na zona Sudeste de Teresina recebe até o sábado (14) a I Semana do Hip Hop teresinense. O evento reúne nomes do cenário local.  A solenidade de abertura aconteceu noite desta quarta-feira (11), de forma restrita, por conta das medidas restritivas devido à pandemia do coronavírus e contou com a presença de Eliana Lago, da Secretaria Municipal da Juventude, Vicente Gomes, da coordenadoria estadual de juventude e do presidente da Fundação Municipal de Cultura (FMC), Scheyvan Lima.

No palco, apresentações de nomes como o rapper Lu de Santa Cruz, Dj Zero, Alice Wonder, Grupo Cota Metragem, Mc Felinho Nordestino e os Uruguaios Loko MC´s, que celebraram a data com excelentes apresentações.  O presidente da FMC, Scheyvan Lima, falou sobre a importância de se manter viva a arte de se fazer Hip Hop. O gestor falou ainda que o prefeito Dr. Pessoa é um amante da cultura local e que a gestão não medirá esforços para apoiar atividades como as desenvolvidas pelo movimento Hip Hop em Teresina.

“Ainda estamos em um período pandêmico, mesmo assim estamos tomando algumas atitudes para que datas como a que celebra o Dia do Hip Hop não passem em branco. Nossa intenção é fazer uma atividade ainda maior no próximo ano, quando toda a população já estiver vacinada”, afirma Scheyvan Lima.

O coordenador estadual da Nação Hip Hop do Brasil, Eduardo Alemão, conta que apesar de não poder juntar um grande público, a I Semana do Hip Hop teresinense já é um grande avanço para quem trabalha com essa arte, pois segundo, o evento põe eles de forma oficial no calendário cultural da capital.

“Ficamos muito felizes em saber que podemos contar com o apoio do poder público, pois sem ele, ficaria inviável tocar esse evento, já que o Hip Hop ainda sofre preconceitos, isso por conta de algumas pessoas não entenderem que essa arte tem um grande significado”, comenta Eduardo Alemão.

Nesta quinta-feira (12), a programada da Semana do Hip Hop segue com apresentação de BombapStar, Mc Peu, Panda e Constantine e ainda a participação de Beto Mc. E terá a primeira Batalha da SH2The, 1×1, com premiação dos primeiros colocados.

O evento é realizado pela Nação Hip Hop Brasil e conta com o apoio da Prefeitura de Teresina, através de uma parceria entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Secretaria Municipal de Juventude.

PROGRAMAÇÃO FINAL

Dia 14 de agosto
8h – Mutirão de Grafite – 30 Grafiteiros e Grafiteiras.
Muros do Centro Comunitário Anselmo Dias – Parque Ideal. Próximo ao Teatro João Paulo II.
15h – Cypher de Break – Palco do Teatro JPII – Jurados da Federação Piauiense de Break. Medalha para os melhores.
20h – Encerramento da Semana

 

Semana do Hip Hop começa hoje em Teresina com diversas atividades

Inicia hoje (11/08) e segue até o próximo dia 14 de agosto, a 1º Semana do Hip Hop Teresinense, evento organizado pela Nação Hip Hop Brasil, com apoio da Prefeitura de Teresina, por meio de uma parceria entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Secretaria Municipal de Juventude. O evento faz parte da programação comemorativa dos 169 anos de aniversário de Teresina e será realizado no Teatro João Paulo II, que fica na zona Sudeste de Teresina.

Desde a criação da Lei 054/2017 aprovada em 2017, que estipula o dia 11 de agosto como data municipal em comemoração ao Dia do Hip Hop, o movimento vem ganhando novos adeptos e cada vez mais vem se fortalecendo no calendário cultural do município. Em Teresina, a data escolhida como marco do Hip Hop tem alusão a um evento americano onde no mesmo dia em 1972 no Brooklyn nos EUA, reunia-se em uma festa do Dj Kool Herc, os 4 elementos que iniciaram a cultura do Hip Hop, como o DJ, o MC, o B.boy e o grafiteiro.

Eduardo Alemão, coordenador estadual da Nação Hip Hop Brasil, conta que aprovação de uma lei municipal para o dia do Hip Hop e a criação de uma semana para celebrar a data é um marco muito importante, pois o Hip Hop há anos faz um trabalho social de levar cultura e arte para a periferia.

“Para nós foi uma grande luta porque há muito tempo o Hip Hop busca espaço e oportunidade para mostrar que é uma cultura que transforma a vida dos jovens da periferia. Há mais de 30 anos o Hip Hop vem fazendo o seu papel na luta contra a violência, contra o preconceito racial, contra a discriminação e buscando elevar a autoestima dos jovens da periferia. Para nós é muito importante aprovar uma lei municipal que possa fomentar essa cultura para que possamos ter mais visibilidade e oportunidades, para que a periferia possa mostrar o seu potencial transformador através do Hip Hop”, pontuou Eduardo Alemão.

Programação

Dia 11 de agosto
17h – Cerimônia de abertura  da Semana com prefeito, secretários, vereadores e convidados.
18h – Show do Rapper Lu de Santa Cruz
18:40h – Show Dj Zero
19h – Show Cantora Rapper Alice Wonder
19:20h – Show Grupo Cota Metragem
20h – Show MC Felinho Nordestino
20:40h – Show Uruguaios Loko MC’s

Dia 12 de agosto
17h – Show abertura – BombapStar – Mc’s Peu, Panda e Constantine e Beto Mc
18h – 1° Batalha da SH2The – 1×1 – premiação 1° e 2° lugares. Inscrições na hora.
Jurados: João Narco, Transtorno e Amanda Moura

Dia 13 de agosto
18h – Show de abertura – João Narcoliricista
19h –  Slam de Poesia 3V – Verso, Verdade e Vida.
Jurados: Brenda Marques, Amanda e Erick$om. Premiação 1°, 2° e 3°lugares
Dia 14 de agosto
8h – Mutirão de Grafite – 30 Grafiteiros e Grafiteiras.
Muros do Centro Comunitário Anselmo Dias – Parque Ideal. Próximo ao Teatro João Paulo II.
15h –  Cypher de Break – Palco do Teatro JPII – Jurados da Federação Piauiense de Break. Medalha para os melhores.
20h Encerramento da Semana