Galeria do Mercado Central recebe exposição Pedido de Pauta

Iniciou nesta quarta-feira (01), e segue durante todo o mês de junho, na Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, a exposição “Pedido de Pauta”, que irá unir em um só espaço, o trabalho de seis artistas teresinenses. O nome da exposição é uma singela homenagem aos artistas que diariamente comparecem à galeria para solicitar um pedido de pauta para exporem suas artes.

De acordo com Guga Carvalho, diretor da galeria, com o fim das restrições sanitárias por conta da pandemia do Coronavírus, o espaço tem recebido um crescente número de artistas interessados em expor, isso também segundo ele, por conta do aumento do público que voltou a frequentar a galeria. Guga conta ainda que artistas como Braga Tepi, Caio Negreiros, Humberto Cordeiro, João Marciano, Paulo Guttemberg e Samuel Brandão, estarão fazendo parte desse projeto.

“O Centro de Teresina tem uma grande referência cultural, sendo o Mercado Central, um dos principais pontos onde a cultura popular segue viva. Aqui na galeria oferecemos um espaço integrado, onde quem vai a feira para fazer as compras do dia a dia, acaba tendo acesso a obras de artistas renomados”, conta Guga Carvalho, reafirmando o compromisso do espaço de cada vez mais abrir espaço para aqueles que desejam um espaço apropriado para divulgar sua arte.

A Galeria do Mercado Central é um espaço preservado e mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações desenvolvidas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Ela funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h00 e aos sábados das 10h às 13h00, sempre se dedicando a fazer uma programação permanente com exposições temporárias que contam com artistas da cidade e de todo o Brasil.

Para mais informações sobre exposição na Galeria do Mercado Central, bem como os demais serviços oferecidos pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Nas redes sociais as informações podem ser acessadas através da hashtag CulturaTeresina ou da página @cultura_the no Instagram.

Galeria do Mercado Central abre nova exposição com pinturas do cotidiano

Retratar o cotidiano de uma sociedade faz parte da arte, é uma forma de manter viva a história de pessoas que constroem a cultura e seus espaços. A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, abre espaço para a nova exposição “Amor e Feira” – 2ª edição, trazendo pinturas e fotos daqueles que se dedicam ao fortalecimento do Mercado Central de Teresina.

Thaysa Ravena, conhecida artisticamente como Mãos Robóticas, faz parte do grupo de artistas da Galeria do Mercado Central, de acordo com ela, a exposição busca atrair todos os públicos da sociedade teresinense, mas também receber trabalhadores do próprio mercado. Ela conta ainda que essas pessoas estão todos os dias no local, vivenciam diariamente a rotina, além estarem sendo representadas na exposição Amor e Feira.

“Essa iniciativa é muito importante, traz uma aproximação maior com o mercado, com as pessoas. Quando estávamos produzindo, os trabalhadores vinham olhar, tirar fotos”, frisou Thaysa Ravena, fazendo questão de demonstrar a sua felicidade por está retratando a vida de pessoas que ao longo dos anos vem se dedicando ao mercado.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição é muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais, que trabalham na galeria e com os funcionários do mercado.

“A exposição será exibida todo o mês de março de 2022, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h00. É mais uma opção para conhecer um pouco da história e da cultura do nosso povo”, conta Guga Carvalho.

A Galeria de Artes do Mercado Central, é um espaço cultural mantido com recursos da Prefeitura de Teresina (PMT), através das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). A agenda de atividades do espaço pode ser acessada pelo site cultura.pmt.pi.gov.br ou pelo instagram @cultura_the.

Galeria de Artes do Mercado Velho expande período da exposição Paisagem-Atravessamento

A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, expandiu o período da exposição Paisagem – Atravessamento, que traz obras de diversos artistas teresinenses. A exposição conta com obras de artistas como Fátima Campos, Grupo Mel de Abelha, Willians Martins, Gabriel Arcanjo, Nelson Barbosa, Sol, dentre outros que trazem o gênero paisagem com variedade muito grande como fotografia, pinturas a óleo, vídeos, super 8, vídeo digital e colagens.

A exposição será exibida agora até o dia 16 de outubro de 2021, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h30. É uma ótima opção cultural para quem vai ao Centro ou para aqueles que fazem compras no próprio Mercado Central.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição é muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais e com o próprio espaço do mercado.

“Essa exposição é muito interessante, pois ela trata sobre o gênero paisagem, sendo vários trabalhos de artistas de Teresina. Essa paisagem é investigada de várias maneiras, então é muito interessante ver como os artistas trabalham a partir desse ponto e o mercado é sempre um convite para ser visitado pois não tem só a exposição, tem o mercado como um todo”, pontuou o diretor.

A Galeria de Artes do Mercado Central é um espaço cultural mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Para mais informações sobre novas exposições, acesse o site cultura.teresina.pi.gov.br ou siga as redes sociais da fundação.

Com obras de 11 artistas, Galeria do Mercado Central abre nova exposição

A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, abre espaço para nova exposição com o gênero paisagem, trazendo obras de diversos artistas teresinenses. A exposição conta com obras de artistas como Fátima Campos, Grupo Mel de Abelha, Willians Martins, Gabriel Arcanjo, Nelson Barbosa, Sol, dentre outros que trazem o gênero paisagem com variedade muito grande como fotografia, pinturas a óleo, vídeos, super 8, vídeo digital e colagens.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição está muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais e com o próprio espaço do mercado.

“Essa exposição é muito interessante, pois ela trata sobre o gênero paisagem, sendo vários trabalhos de artistas de Teresina. Essa paisagem é investigada de várias maneiras, então é muito interessante ver como os artistas trabalham a partir desse ponto e o mercado é sempre um convite para ser visitado pois não tem só a exposição, tem o mercado como um todo”, pontuou.

A exposição será exibida até o dia 3 de outubro de 2021, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h30. É uma ótima opção cultural para quem vai ao Centro ou para aqueles que fazem compras no próprio Mercado Central.

A Galeria de Artes do Mercado Central é um espaço cultural mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.  Para mais informações sobre novas exposições, acesse o site cultura.teresina.pi.gov.br ou siga as redes sociais da fundação.

Exposição Teceloas das Redes segue aberta na Galeria do Mercado Central

Localizada em um dos mercados mais tradicionais de Teresina, a Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, no Centro da capital, está recebendo uma exposição que tem por objetivo destacar um ícone da cultura nordestina: as redes.

A exposição Teceloas das Redes trata sobre o saber-fazer da Tecelagem Manual das Redes de Dormir de Pedro II, município que fica ao Norte do Piauí e que é referência na fabricação de redes.

Com curadoria de Ivanilda Amaral, que estudou a prática do uso de redes para dormir em seu mestrado em patrimônio, ela tenta passar com a exposição o empreendedorismo com desenvolvimento da economia criativa, que gera trabalho e renda, frente aos desafios econômicos da crescente industrialização e a manutenção de práticas tradicionais na produção de redes.

Resultado da construção do inventário participativo que ela fez na cidade de Pedro II, a exposição apresenta 12 redes e dois teares e mostra toda a cadeia de produção do produto. Da colheita do algodão até a venda das redes. Para ela, o local combina com a exposição e seus objetivos, já que o Mercado Central de Teresina é referência na venda de redes.

“A Galeria oferece excelentes condições para divulgação e visibilidade, tem uma equipe incrível, além disso, é claro, da lindeza secular do lugar, que combina com a secularidade da rede de Pedro II. Soma-se a tudo o fato de que é em mercado público onde as teceloas comercializam seus produtos, então, primamos pelas raízes e originalidade da tradição”, comenta a curadora Ivanilda Amaral.

Para Guga Carvalho, diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, a exposição mostra uma tradição nossa e reforça a importância da Galeria para os teresinenses. “A Galeria é um espaço democrático de acesso à cultura, tem acessibilidade, tem equipe educativa e está em um local de fácil acesso. É muito importante mantermos espaços assim, principalmente neste período de pandemia onde a arte ajuda a superar as dificuldades”, reforça Guga Carvalho.

A Galeria do Mercado Central tem abrigado e dado a oportunidade para artistas de Teresina e da região exporem seus trabalhos, o espaço funciona de segunda a sexta-feira das 10 às 16h e é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). Para mais informações sobre o calendário de exposições na galeria, basta acessar o site cultura.teresina.pi.gov.br ou seguir as redes sociais da galeria ou da FMC.