Servidores da cultura participam de curso sobre parcerias e prestação de contas

A qualificação do servidor público municipal de Teresina é uma das principais bandeiras defendidas pelo prefeito Dr. Pessoa, por conta disso, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), em parceria com a Controladoria Geral do Município (CGM), investe na capacitação dos seus servidores para melhor atuarem em suas parcerias e prestações de contas. O curso realizado na quarta-feira (4), foi o primeiro de uma série que deverá ocorrer dentro da pasta responsável pelas políticas públicas na área da cultura.

Segundo Ênio Portela, presidente da FMC, ainda neste ano, os servidores passarão por novas etapas de qualificação para a melhoria nas relações do órgão com destinadores de emendas parlamentares, como também pessoas físicas e instituições parceiras. Para ele, é fundamental que o servidor esteja preparado para sanar as dúvidas daqueles que de alguma forma querem colaborar com as ações culturais realizadas dentro do município de Teresina.

“É preciso enriquecer os servidores de conhecimento, por isso estaremos sempre buscando opções de conhecimento. Além desta parceria com a CGM, vamos também buscar capacitação junto ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí”, conta Ênio Portela, enfatizando ainda que o primeiro curso foi bem recebido pelos servidores da FMC.

Para Alissa Costa, auditora fiscal da CGM, o curso realizado na Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves teve como objetivo explanar sobre a legislação municipal e federal que regem as parcerias firmadas entre os órgãos públicos e as organizações sociais. Ela conta também que, por falta de conhecimento, muitos dos processos acabam sendo prejudicados, porém com conhecimento técnico, os servidores também terão um papel importante nessas parcerias.

“A relevância deste curso é para alinhar as expectativas em relação às exigências legais e divulgar de forma correta em relação às prestações de contas referentes aos recursos públicos repassados às organizações sociais”, comenta Alissa Costa.

Para mais informações sobre as ações realizadas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br.  No instagram, a FMC pode ser localizada através da página @cultura_the.

Grupo pretende levar cultura para os mercados públicos de Teresina

Com investimentos do poder público, através das iniciativas culturais da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), os mercados públicos da capital deverão receber atrativos culturais com o intuito de oferecer cultura para a população. A iniciativa é de um grupo de artistas da zona Norte, que resolveram se unir para dar apoio àqueles que fomentam a cultura na periferia, principalmente aqueles que atuam nos mercados públicos.

O primeiro mercado a receber as atividades é o do Mafuá, na zona Norte, lá ocorrerá no próximo dia 07 de maio, o Mafuarte, evento com apresentações circenses, bandas locais, além de exposições de fotos e ainda pinturas digitais. As atrações são: Rigo/Jason, Caju Pinga-Fogo, Roque Moreira, Trupe do Sardinha, Assaí Campelo e Paulo Moura.

De acordo com Alexander Galvão, fotógrafo e documentarista e promotor do evento, o Mafuarte nasceu para relembrar os ensaios de uma banda que aconteceram no passado na feira do Mafuá, para ele, o mercado já tem uma tradição cultural muito forte, por isso foi o local escolhido para iniciar esse projeto. Alexander fala ainda que é preciso se apropriar desses espaços que há anos oferecem diversas opções culturais para a população, como por exemplo, a venda e troca de discos antigos, entre outros produtos de artistas locais.

“Aos sábados pela manhã nos reunimos no Mercado do Mafuá para os ensaios da Banda Eita Piula, era algo pequeno, porém movimentava a feira e servia como atrativo cultural para os trabalhadores e frequentadores. Agora queremos trazer de volta essa ideia, só que de uma forma mais ampla, chamando mais bandas e artistas para divulgarem seus trabalhos”, conta Alexander Galvão, reafirmando que a feira não é só um local de compra e vendas, na verdade é um espaço de troca de experiências culturais.

Para Ênio Portela, presidente da FMC, iniciativas como estas terão cada vez mais espaço dentro da gestão, uma vez que vai de encontro com a determinação do prefeito Dr. Pessoa, de levar cultura de forma igualitária para todos os teresinenses. Segundo o presidente, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves está 100% empenhada em dar total apoio a esses artistas, pois se trata de uma iniciativa popular que visa oferecer oportunidade para os artistas e ainda atrair mais clientes para esses espaços.

“Teresina é muito rica em cultura, por isso estamos nos esforçando e buscando mais recursos para que possamos abraçar mais iniciativas culturais. O Mafuarte é um evento inovador, pois une a arte com o empreendedorismo dentro destes centros comerciais”, diz Ênio Portela, enfatizando ainda que a FMC está aberta para qualquer tipo de ideia onde o povo seja o principal beneficiário.

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves – FMC, é o órgão da gestão municipal responsável pelas iniciativas culturais dentro de Teresina. Para mais informações sobre essas ações, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página @cultura_the no Instagram.

Orquestra Sinfônica de Teresina irá se apresentar neste sábado na Praça Rio Branco

Neste sábado, 30, às 10h, a praça Rio Branco, situada no Centro de Teresina, receberá a Orquestra Sinfônica pelo projeto “Sinfonia nos Bairros”, uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O projeto leva um pouco do trabalho da orquestra para os mais diversos bairros da capital, oferecendo mais uma opção cultural para a população.

De acordo com David Denilin, spalla da orquestra, o evento será gratuito com o objetivo de proporcionar ao público de todas as idades a apreciação da música clássica. Segundo ele, o gênero clássico já abraça pessoas de todas as classes e realidades, e levar a OST para o centro da cidade é uma forma de manter viva essa relação entre música e a população.

“Estar próximo ao público e levar o trabalho da Orquestra Sinfônica de Teresina para o dia a dia, para a realidade do centro da capital é a melhor forma de vivenciar música, cultura e realidade urbana”, relatou David Denillin.

Para Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a OST tem uma importância magnífica para a cultura popular da capital. Para ele, mostrar esse trabalho no dia a dia das pessoas enfatiza essa importância.

“Uma parceria com a Prefeitura de Teresina e a Orquestra Sinfônica de Teresina para levar a música erudita, de forma gratuita, ao povo onde ele está, neste caso, no Centro da cidade. É um desejo do prefeito Dr. Pessoa, aproximar à população da cultura local e estamos sempre buscando efetivar esse trabalho”, frisou Ênio Portela, confirmando que a exemplo do ano passado, nos próximos meses a orquestra estará se apresentando nos bairros e parques da capital.

O projeto Sinfonia nos Bairros ocorre uma vez ao mês, nos bairros da capital Teresina. O concerto que retornou aos palcos no último mês, está buscando cada vez mais esse contato com o público em geral.

Dr. Pessoa renova e reajusta contrato com associação da Orquestra Sinfônica de Teresina

Como forma de garantir a execução de vários projetos culturais em Teresina, o prefeito Dr. Pessoa renovou por cinco anos o contrato entre a Prefeitura Municipal de Teresina, Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina. O novo contrato será válido até dezembro de 2026 garantindo mais segurança para os músicos e demais profissionais que prestam serviços na Orquestra Sinfônica, Orquestra Sanfônica, Orquestra de Violões, Orquestra Escola e da Banda 16 de Agosto e Banda Escola.

Além da renovação do contrato por cinco anos, o prefeito Dr. Pessoa, atendendo ao pedido do maestro Aurélio Melo, resolveu reajustar em 20% o valor mensal do contrato, que agora passa de R$ 416.437,42 para R$ 563,920,03. Para o prefeito, esse reajuste foi necessário, já que, além da estrutura para ensaios e apresentações, as orquestras precisam adquirir nossos equipamentos e ainda garantir a manutenção dos mesmos.

“As orquestras e a Banda 16 de Agosto têm um papel muito importante na cultura teresinense, por isso mantemos o nosso compromisso de valorizar a cultura local dando continuidade a esses projetos. Outra notícia boa é que os músicos também terão seus salários reajustados, pois sei que muitos foram prejudicados por conta da pandemia. Por isso, resolvi, em comum acordo com o maestro Aurélio Melo e o presidente da FMC, Ênio Portela, autorizar os recursos para que os músicos pudessem ter esse aumento no salário”, disse o prefeito Dr. Pessoa, enfatizando que, em breve, Teresina terá mais novidades na área da cultura.

Para Ênio Portela, com a renovação deste contrato, quem sai ganhando é o povo de Teresina, principalmente aqueles que moram na periferia e na zona Rural, que também deverão receber nos próximos meses concertos e ensaios. Ênio Portela fala ainda que o aumento dado ao projeto e aos músicos é mais que merecido, pois são profissionais que estudaram muito e que hoje trabalham diuturnamente para valorizar a cultura da cidade de Teresina.

“Além dos concertos e ensaios que nesta gestão ocorrem por toda a cidade, os músicos das orquestras também ministram aulas para aqueles que desejam aprender a tocar algum instrumento e se inserir no mercado musical. Cito como exemplo o Projeto Banda Escola, que também está inserido neste contrato. Ele ocorre em todas as zonas da cidade, e vem tirando muitos jovens do mundo da criminalidade, sendo que muitos deles acabam se inserindo nas orquestras, tendo ainda casos de ex-integrantes que hoje estão atuando em bandas nacionais”, enfatiza Ênio Portela.

Otimista com a renovação do contrato, o maestro Aurélio Melo, da Orquestra Sinfônica de Teresina, falou sobre o contrato de gestão que teve que ser refeito por conta do término do último contrato. Para ele, o sentimento é de orgulho e gratidão, pois com o novo contrato, a orquestra conseguirá rever tudo aquilo que foi perdido ao longo dos últimos 20 anos, onde não houve ajustes financeiros ideais para o funcionamento dos projetos.

“Por conta da inflação, perdemos muito, tínhamos até dificuldades para fazer a manutenção dos equipamentos, porém, agora com esse reajuste de 20%, conseguiremos pôr em prática todos nossos projetos sem haver as dificuldades de antes. À gestão municipal, o nosso parabéns, pois estamos se sentindo valorizados, respeitados, pois sem a manutenção adequada ficaria inviável continuar os trabalhos que realizamos”, afirma o maestro Aurélio Melo, parabenizando mais uma vez o prefeito Dr. Pessoa e o presidente Ênio Portela pelo olhar diferencial da cultura do município.

Para acompanhar os investimentos da Prefeitura Municipal de Teresina na área da cultura, basta seguir a página @cultura_the no Instagram, ou acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br.

Mês da Mulher: Parque da Cidadania terá diversas atividades no sábado (12)

Ainda dentro das comemorações alusiva ao “Mês da Mulher”, a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), realiza no próximo sábado (12), no Parque da Cidadania, que fica no Bairro Cabral, na zona Norte da capital, diversas atividades abertas à população. A ação será das 16h às 20h e faz parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, celebrado ontem (08), e nessa iniciativa integrada estão envolvidos outros órgãos da gestão municipal.

Serão oferecidos diversos serviços gratuitos, como: aulas de aeróbica, dança e bate-papo sobre dança, corte de cabelo, maquiagem, workshops, diversos serviços de saúde, atividades esportivas como rugby e vôlei. Para finalizar o dia, o público presente poderá assistir apresentações musicais que acontecerão na tenda 01, a partir das 19h.

Na tenda 01 e na quadra esportiva ocorrerão atividades promovidas pela SEMEL.

Para Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, essa é uma atividade que marca o retorno das atividades públicas com o fim de algumas medidas protetivas tomadas por conta do considerável aumento de casos de Covid-19 no final do ano passado. Ainda segundo o gestor, essa atividade ocorre seguindo uma orientação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que desde o início da gestão vem cobrando a união das pastas na realização de atividades que contribuam com o bem estar da população teresinense.

“Essa ação por exemplo, ocorre após algumas reuniões entre os secretários Maycon Silva (Fundação Wall Ferraz), Eduardo Draga Alana (Semec), equipes da cultura e ao longo deste ano pretendemos fortalecer nossos laços com as demais pastas, assim como fizemos em 2021, onde ocorreram diversas atividades públicas com ações integradas”, conta Ênio Portela, reafirmando que sem a determinação dos secretários e do prefeito, atividades como esta, seriam inviáveis.

A atividade em comemoração ao Dia da Mulher é uma ação da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), através de uma parceria entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Fundação Wall Ferraz (FWF) e a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL). As informações sobre essa atividade podem ser acessadas nas redes sociais das secretarias, bem como no site pmt.pi.gov.br.

Programação

SEMEL – Tenda 01

16h – Aeróbica

17h – Dança

18h – Bate papo e dança

Atividades esportivas (Quadra de esportes)

16h e 17h – Rugby e Vôlei

FWF – Tenda 02

16h às 20h – Corte de cabelo, serviço de maquiagem e workshops

16h às 20h – Serviços de saúde oferecidos em parceria com a Uninassau

FMC – Tenda 01

19h às 21h – Atrações culturais

A Fundação Wall Ferraz estará oferecendo serviços de beleza e workshops.

Cultura Itinerante: Dr. Pessoa prestigia evento e garante construção de praça

No início da noite de ontem (22), os moradores da Vila Santa Bárbara, na zona Leste de Teresina, foram beneficiados com as ações do Projeto Cultura Itinerante, que visa oferecer opções culturais para aqueles que residem nos bairros e comunidades rurais do município. O evento contou com diversas apresentações artísticas, entre elas a do Corpo de Baile do Teatro do Boi, Matheus Q!, Aline Silva do Piseiro, Baladeiros, Zé do Ovo, entre outras que encantaram o público presente e arrancaram aplausos daqueles que nem sempre tem a oportunidade de assistirem apresentações artísticas perto de casa.

O evento também contou com a presença do prefeito Dr. Pessoa, que aproveitou a oportunidade para ouvir a população local, que cobraram do gestor a construção de uma praça na comunidade, já que segundo eles, há muito tempo vinha sendo esquecida pelas autoridades. Durante sua fala, o prefeito garantiu aos presentes que a Prefeitura de Teresina irá ouvi-los e em breve o terreno onde ocorreu o Cultura Itinerante deverá dar lugar a uma linda praça.

“Não se faz gestão pública sem ouvir o povo, por isso iremos determinar ainda essa semana o início de um estudo de orçamento para a construção deste espaço de lazer aqui na Vila Santa Bárbara. Essa gestão já começou a olhar pela comunidade, pois hoje temos aqui vários artistas se apresentando, dando um momento de alívio aos moradores que por quase dois anos mantiveram o isolamento social por conta da pandemia do Coronavírus”, conta o prefeito Dr. Pessoa, reafirmando o compromisso da gestão de não esquecer a comunidade, que além da praça, em breve deverá receber outras intervenções públicas.

A dona de casa, Maria do Livramento, contou que ficou feliz por conta da comunidade ter sido escolhida para receber o evento, para ela, foi algo que vai de encontro com a valorização e respeito ao povo. Ela enfatiza que o poder público tem um papel muito importante na transformação cultural das pessoas, e esse evento, segundo ela, garantiu que pessoas sem um bom poder aquisitivo tivessem acesso a apresentações artísticas incomum para a localidade.

“Eu nunca tinha acompanhado uma apresentação de balé, fiquei encantada com o que vi aqui, espero que em breve nossa comunidade volte a ter novas apresentações. Além disso, nosso prefeito garantiu que iremos ganhar um novo presente, uma praça para podermos passear ou brincar com nossos netos”, disse Maria do Livramento.

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, a destinação de emendas parlamentares, como por exemplo, as destinadas pelo vereador Luís André, tem sido muito importante para o município descentralizar as ações culturais. Segundo o presidente, essa nova gestão vem trabalhando para garantir de forma igualitária o direito a cultura.

“O Cultura Itinerante é um projeto diferente, algo que garante aos moradores da periferia e de comunidade rurais acesso aos artistas que antes só se apresentavam em locais onde a maioria do povo não tem acesso. Vamos continuar trabalhando nisso, pois queremos que cada bairro, cada povoado desta cidade tenha receba pelo menos uma apresentação artística”, afirma Ênio Portela.

O Cultura Itinerante é um projeto que visa atender sete comunidades de Teresina, sendo que três delas já foram atendidas. Neste domingo (23), é a vez dos moradores do Povoado Santa Teresa, onde os moradores contarão com diversas apresentações artísticas.

Outras edições:

29/01 – Bairro Mocambinho

30/01 – Bairro Macaúba

05/02 – Bairro Dirceu I

Teresina Cuida de Você acontece neste sábado (02) no Parque da Cidadania

Neste sábado (02), a partir das 08h, o Parque da Cidadania, localizado no bairro Cabral, na zona Norte da cidade, recebe a 1ª Edição do Teresina Cuida de Você, evento realizado pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e com apoio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) que estará no local disponibilizando atrações culturais.

Durante toda a manhã serão ofertados serviços de atendimento ao público, como orientações e agendamentos nos serviços da Semcaspi, bem como estarão disponíveis os serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz, Fundação Municipal de Saúde e outros órgãos da gestão municipal.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da FMC, essa é mais uma ação que ocorre na cidade por orientação do prefeito Dr. Pessoa, que desde o início da sua gestão, vem trabalhando para que ocorra a descentralização dos serviços públicos, a fim de dar mais dignidade à população teresinense, principalmente para aqueles que mais necessitam do olhar dos gestores públicos.

“Será uma manhã de diversos serviços que estarão disponíveis para toda a população da cidade, além de ser uma oportunidade de aproveitar o clima ameno para passear com a família pelo parque”, conta Scheyvan Lima, afirmando ainda que o evento será finalizado com a apresentação do Corpo de Baile do Teatro do Boi e da Orquestra Sanfônica de Teresina.

O Teresina Cuida de Você é um evento gratuito e ocorrerá das 08h às 12h. No local será obrigado a higienização das mãos, uso de máscaras e o distanciamento social.

PROGRAMAÇÃO EXTRA

08h – ABERTURA OFICIAL

08h30 – ALONGAMENTO AERÓBICO (SEMEL).

08h50 – APRESENTAÇÃO PROFESSORES CARACTERIZADOS – MINIE E PALHAÇOS (SEMEL).

09h10 – GRUPO DE ZUMBA – PROFº JUAN DOUGLAS (CÉU NORTE – SEMJUV).

09h40 CERIMONIAL PREFEITO

10h – GRUPO MUDANÇA JOVEM E JOVENS EM AÇÃO (CRAS LESTE V).

10h10 – GRUPO INFANTIL TUTU BALÉ (CRAS LESTE I).

10h20 – GRUPO DE ZUMBA – PROFº JUAN DOUGLAS (CÉU NORTE – SEMJUV).

10h50 – CORPO DE BALÉ DO TEATRO DO BOI (FMC).

11h10 às 12h – ORQUESTRA SANFÔNICA DE TERESINA (FMC).

Dr. Pessoa inaugura a nova Casa da Cultura de Teresina

Em uma solenidade com a presença de diversas autoridades públicas, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, inaugurou na manhã desta terça-feira (17), a nova Casa da Cultura de Teresina, espaço que abriga parte do acervo histórico da capital piauiense. A solenidade, que fez parte da programação que comemora os 169 anos do município, também marcou a criação de um novo espaço cultural, gerando novas possibilidades para os amantes da cultura. A nova sede da Casa da Cultura está localizada na rua Elizeu Martins, esquina com 7 de setembro, número 1426, Centro, em frente à praça João Luís Ferreira.

O projeto Casa da Cultura foi criado em 1994 com o intuito de manter intacta a memória da cidade, o mesmo dispõe de um museu que contém um vasto acervo museológico, se tornando um grande atrativo para turistas, estudantes e os próprios teresinenses que buscam conhecer um pouco mais sobre a história da cidade.

O prefeito Dr. Pessoa falou da importância de se valorizar a cultura local e que não medirá esforços para dar o apoio necessário ao setor.

“Inauguramos hoje um novo espaço cultural no município de Teresina, é a primeira de muitas que pretendemos construir nessa nova gestão”, confirma Dr. Pessoa, enfatizando ainda que os bairros de Teresina também serão atendidos com as ações públicas na área da cultura.

De acordo com Marilene Evangelista, diretora da Casa da Cultura, o novo espaço está em uma edificação com característica da arquitetura implantada no Brasil, na segunda metade do século XIX e que tem uma grande importância histórica para o município. A diretora lembra ainda que o prédio pertence ao próprio município e que foi tombado no ano de 1992.

“Apesar do novo endereço, o que me deixa feliz é o fato de podermos retomar as atividades da Casa da Cultura, projeto que estava parado há mais de um ano, por conta das medidas restritivas para tentar evitar o aumento de casos do novo coronavírus. Na segunda-feira (23), estaremos retomando as atividades com a abertura para visitações públicas, neste primeiro momento, em um horário reduzido e mantendo os protocolos sanitários”, comenta Marilene Evangelista.

O que será feito da Casa do Barão

A Casa do Barão, situada na Praça Saraiva, por muito tempo abrigou a Casa da Cultura e há anos passa por problemas estruturais, que inclusive colocava em risco o rico acervo que tinha no local.

Apesar de ser um prédio particular, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) já está em conversa com a Arquidiocese de Teresina, proprietária do imóvel, para que o espaço seja reformado e passe novamente a abrigar projetos culturais.

Segundo Scheyvan Lima, a gestão municipal tem por obrigação zelar pelo patrimônio histórico da capital, por isso foi tomada a decisão da mudança de endereço da Casa da Cultura para que, a exemplo de outras cidades, o acervo contido no espaço não ficasse em risco. Ele lembra que outros espaços pelo país afora já perderam seus acervos por conta de problemas estruturais.

“Já iniciamos um diálogo saudável com proprietários da Casa do Barão para que o prédio possa passar por uma ampla reforma sem perdas para o poder público, uma vez que se trata de um bem particular. Já considero isso um avanço, uma vez que essa reforma já deveria ter sido feita há anos, por isso e por entender que essa edificação também faz parte da história de Teresina é que vamos manter os esforços para que a cultura continue sendo abrigada no espaço”, conclui Scheyvan Lima.

Palácio da Música realiza ensaio com bandas e orquestras

Foi realizado no final da tarde desta sexta-feira (06), um ensaio geral com as bandas e orquestras que atuam no Palácio da Música, o evento faz parte do calendário cultural da programação do aniversário de Teresina, que este ano completa 169 anos de emancipação política. O evento contou com a presença do Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, do presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Scheyvan Lima e diversas autoridades locais.

O ensaio geral contou com quatro apresentações dos principais grupos musicais em atividade no Palácio: Orquestra Sinfônica, Orquestra de Violões, a Orquestra Sanfônica e a Banda 16 de Agosto.

O prefeito Dr. Pessoa destacou a importância dos projetos desenvolvidos no Palácio da Música para a cultura teresinense e garantiu que nessa gestão todos eles serão mais valorizados.

“O mundo sem música, cultura ou arte, não faz sentido. Por isso é importante valorizarmos esses elementos, por isso estamos trabalhando para descentralizar essas ações, para que elas possam chegar a um número maior de pessoas, principalmente aquelas que residem nos bairros e comunidades rurais, que geralmente não têm acesso a esses projetos”, confirma Dr. Pessoa.

Por conta da pandemia e para seguir uma determinação do prefeito de descentralizar as ações culturais, parte dos ensaios realizados pelos grupos que compõem o projeto, estão sendo realizados presencialmente nas praças de diversos bairros da capital, sendo ainda este mês algumas comunidades rurais serão beneficiadas.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Scheyvan Lima, nomeou o evento como um ato de resistência à pandemia do novo Coronavírus. Para ele é preciso começar a retomar as atividades, principalmente as relacionadas à cultura, que foi a primeira a ser afetada com os efeitos do isolamento social.

“A cultura foi um dos setores mais afetados desde o surgimento da Covid-19; ela foi o primeiro setor a ser atingido e o último a ser liberado. Hoje esse ensaio diz para Teresina que estamos vivos, e avistando um novo momento para a cultura teresinense” concluiu Lima, alertando ainda que apesar desse retorno gradativo, ainda é preciso que as pessoas tomem os devidos cuidados para evitar o contágio do vírus.

O Palácio da Música é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Além de abrigar os projetos citados acima, também oferece gratuitamente para o público, aulas e oficinas de música, além de workshops e concertos de arte.

Prefeito participa do lançamento do Arte na Rua e Festival Junino de Teresina

A Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), lançou neste sábado (19) os projetos Festival Junino de Teresina e o Arte de Rua. O evento aconteceu no Parque Encontro dos Rios na zona Norte da capital e contou com a presença do Prefeito Dr. Pessoa acompanhado do presidente da FMC Scheyvan Lima e outras autoridades do município.

O prefeito Dr. Pessoa reforçou a importância de se manter viva, mesmo com o período da pandemia, o amor de todos pela cultura, observando todos os cuidados necessários de distanciamento e higienização devido ao momento de pandemia que se vive.

“Mesmo com o período da pandemia nós não vamos deixar a cultura morta. Nós temos aqui uma amostragem nesse momento com distanciamento, com uso da máscara, álcool gel, medindo temperaturas, fazendo higienização das mãos. Mas, nós devemos mostrar que o prefeito ama a cultura, o povo teresinense, o povo brasileiro e o mundo inteiro amam a cultura. Ninguém vive, uma sociedade organizada não pode viver sem ter a cultura no meio. É o que nós estamos fazendo, dando continuidade, embora de maneira sútil, não ampliada por causa da pandemia”, ressaltou o prefeito.

O presidente da FMC Scheyvan Lima disse que a pandemia da Covid-19 levou pelo segundo ano consecutivo o cancelamento das grandes e pequenas festas juninas na capital e que essa pausa foi necessária para que vidas não fossem colocadas em perigo, uma vez que todos esses eventos iriam gerar aglomerações. Ainda de acordo com o gestor, o Festival Junino de Teresina irá possibilitar uma movimentação no cenário cultural, ajudando a manter viva a tradição do período junino na cidade.

“O prefeito Dr. Pessoa, reforça a importância de se manter viva a esperança e o despertar da alegria do São João mesmo diante das adversidades enfrentadas durante a pandemia, por isso ele solicitou que a pasta da cultura colocasse em prática este projeto, pois para ele diante dos problemas provocados pela pandemia a população precisa de algo que venha a aliviar a mente”, comenta Scheyvan Lima.

Scheyvan Lima ainda esclarece sobre o projeto Arte de Rua que pretende levar qualquer elemento cultural para todos os cantos da cidade.

“O Arte na Rua tem objetivo levar arte, com todos os seus elementos, para as ruas e as praças, mercados e também para as comunidades mais distantes, incluindo zona Rural. Então nós teremos, com ordem do prefeito Dr. Pessoa, esse projeto que nos permite levar para qualquer canto dessa cidade qualquer elemento cultural de Teresina. Não só a música que já tem esse espaço brilhante, mas a dança, a capoeira, as danças afros, todos os elementos da cultura nós podemos levar a qualquer área da região de Teresina”, esclareceu o presidente da FMC.

Para Leonardo Mascarenha, ativista comunitário que desenvolve um trabalho com jovens na região do grande Dirceu, na zona Sudeste da capital, essa descentralização cultural proposta pela Prefeitura de Teresina é um passo muito importante para democratizar o acesso à cultura. “Isso me faz acreditar que nossos jovens terão mais oportunidades culturais, fato que só vem a engrandecer as comunidades periféricas”, destaca Leonardo Mascarenhas.

 

Fotos: Jailson Rodrigues, Lucas Pimentel e Rômulo Piauilino