Orquestra de Violões de Teresina inicia 2022 com projeto inédito

Durante o momento pandêmico, a Orquestra de Violões de Teresina (OVT) se reinventou de várias formas para não parar as atividades culturais na capital, principalmente as voltadas para a capacitação de jovens e adultos. Em 2022, a OVT se prepara para, de forma inédita, lançar um documentário, um dvd, um livro e um cd promocional, que contará um pouco sobre a história do violão no Estado do Piauí.

Nesse novo trabalho, Teresina estará em evidência por conta dos investimentos feitos pela gestão municipal e estadual na capacitação de novos violonistas, como também no incentivo que tem dado para manter viva a orquestra, fato que colabora para que a capital seja conhecida por ter músicos renomados e eventos de fama nacional, como é o caso do Festival de Violão de Teresina, que reúne violonistas de todo o Brasil. Todo o material a ser produzido ainda no primeiro semestre deste ano será também utilizado no aprendizado de novos profissionais, colaborando com aqueles que desejam seguir carreira tendo o violão como amigo inseparável.

Para Ravi Cordeiro, membro da Orquestra de Violões de Teresina, a capital piauiense está entre as principais cidades do Brasil que se destacam na valorização do violinista. Ele cita ainda que um dos motivos para esse enriquecimento cultural é o fato da Prefeitura de Teresina estar investindo na formação de novos violonistas.

“Temos aqui em Teresina o Projeto Violões nas Escolas, que é coordenado por Dam Bezerra. Neste projeto, trabalhamos com jovens da periferia, dando oportunidade igualitária para aqueles que desejam aprender a tocar violão, mas que não dispõem de recursos para custear um curso”, conta Ravi Cordeiro.

Novas oportunidades

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, mais de sete mil teresinenses já foram beneficiados com os projetos de incentivo para a formação de novos violonistas. Segundo o gestor, a ideia é melhorar ainda mais as ofertas de cursos, levando os mesmos para mais comunidades distantes da região central da cidade, inclusive comunidades rurais.

“Estamos conversando com o prefeito Dr. Pessoa para que, em 2022, esses projetos cheguem de forma justa para todas as regiões da cidade, pois sabemos que, principalmente nos bairros e comunidades rurais mais distantes do Centro, há um grande número de pessoas carentes que não podem sequer pagar por um violão ou custear uma passagem de ônibus para ir assistir uma aula de violão”, comenta Ênio Portela.

A Orquestra de Violões de Teresina é mantida com recursos da gestão municipal, em alguns projetos, conta com incentivos do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura – SIEC.

Ação Arte Solidária irá reunir artistas no Shopping da Cidade

Nesta terça-feira (11), diversos artistas de Teresina estarão reunidos na Ação Arte Solidária, evento que será realizado no Shopping da Cidade, no Centro de Teresina, e que tem como objetivo levar cultura para os munícipes, bem como arrecadar alimentos, brinquedos, materiais de limpeza e roupas para as famílias que foram desabrigadas por conta das enchentes e incentivar a visitação ao shopping. A Ação Arte Solidária será gratuita, sendo que os artistas participantes também abriram mão do cachê, isso para formar uma corrente do bem para que, neste momento, sejam amenizados os problemas de quem passa por dificuldades.

Para Erico Luiz, diretor do Palácio da Música e um dos organizadores da ação, o evento é uma oportunidade para os teresinenses que fazem compras no Shopping da Cidade e para os trabalhadores do espaço mostrar que são solidários às vítimas das enchentes. O diretor esclarece ainda que para doar, basta o interessado se dirigir até o ponto de arrecadação que funcionará ao lado das atrações culturais.

“Teresina sempre foi solidária, por isso estaremos realizando essa atividade. Também somos gratos aos artistas, que abriram mão do cachê, sem eles ficaria impossível fazer essa grande festa da solidariedade”, conta Erico Luiz.

Amauri Jucá é uma das atrações

Além dos humoristas Amauri Jucá, Jackstênio Rodrigues e Walbert Dourado, a Ação Arte Solidária contará com apresentações de Luana Campos, Trio de Sanfoneiros da Orquestra Sanfônica, Dam Bezerra e Lene Alves, Musical Clower Emergency, Evaldo Lima dos Teclados e a Banda 16 de agosto. As apresentações iniciam às 9h e seguem até às 13h, no piso térreo, devendo o público utilizar máscara de proteção para evitar contrair o coronavírus ou a gripe comum.

Solidariedade o ano todo

Ainda no ano passado, após conversa com o prefeito Dr. Pessoa, o presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, determinou que todas as atividades culturais desenvolvidas pelo município recebam doações de alimentos ou brinquedos. Segundo o presidente, a ideia é que a população possa ter sempre perto de si um meio de ajudar a quem precisa.

“Realizamos atividades por todas as zonas da cidade, inclusive em comunidades rurais que ficam bem distantes do Centro, por isso tomamos essa iniciativa de levar a cultura para todos, mas também de usar esse mecanismo como uma corrente do bem, onde famílias carentes possam ser contempladas”, diz Ênio Portela, esclarecendo mais uma vez que onde tiver um evento da FMC, o cidadão poderá buscar os organizadores para fazer sua doação.

Apoio

Além do apoio dado pelos artistas, a Ação Arte Solidária conta com o apoio do Shopping da Cidade, INPI – Instituto de Negócios do Piauí e SAAD Centro.

Prefeitura de Teresina lança Edital de Chamamento Público para artistas

Inicia na próxima segunda-feira (29/11), as inscrições do Edital de Chamamento Público para a seleção de artistas em diversas áreas culturais que deverão atuar em atividades públicas realizadas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), órgão responsável pela fomentação das políticas públicas voltadas para o setor cultural no município de Teresina. O edital vem em meio a uma necessidade de se valorizar o artista local, que foi o primeiro a ser abalado com as medidas restritivas adotadas por conta da pandemia do coronavírus.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, serão agraciados neste edital, artistas das áreas de dança, teatro, circo e stand-up, onde cada selecionado terá que participar de uma atividade pública no mês de dezembro, sendo os mesmos contemplados com um cachê no valor de R$ 2 mil reais.

“Nesta etapa os artistas terão até o dia 31 de dezembro deste ano para serem chamados para participarem de atividades realizadas ou patrocinadas pela Prefeitura de Teresina. Essa foi a forma encontrada pela gestão para que de forma democrática, sejam escolhidos os prestadores de serviços que irão participar das atividades culturais”, conta Ênio Portela.

As inscrições para o edital seguem até o próximo dia 02 de dezembro e devem ser feitas na sede da FMC, que funciona das 07h às 13h, na Rua Félix Pacheco nº 1440, Centro/Sul. Todas as dúvidas sobre o processo devem ser consultadas no edital que está disponível no link   DOCUMENTOS), do site cultura.pmt.pi.gov.br.

CLIQUE AQUI E VEJA O EDITAL!

TEREMUSIC: Eliminatórias escolhe nomes que disputarão a final do festival

O final de semana foi marcado com a realização das eliminatórias da sexta edição do Festival TEREMUSIC, que ocorreu no Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí, na zona Norte de Teresina. Ao todo, 21 atrações juvenis passaram pelo palco nos dois dias de evento, sendo as mesmas avaliadas por um corpo técnico de jurados que atuam no ramo da música.

Entre os participantes nas categorias solo e banda, foram classificadas 14 atrações, elas deverão participar da grande final do festival que deverá ocorrer no próximo dia 11 de dezembro, no Parque da Cidadania. Promovido pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o festival irá ofertar aos campeões incentivos em dinheiro, totalizando R$14 mil reais em prêmios.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o evento é uma oportunidade criada pela gestão municipal para dar oportunidade para nomes da juventude que desejam se inserir no mercado musical. Ele lembra que a Prefeitura de Teresina vem desenvolvendo por toda a cidade, projetos musicais para capacitar os jovens que sonham em fazer carreira através da música.

“Não basta apenas dar a capacitação, é preciso dar oportunidades reais para que a juventude possa ter mais apoio no início da carreira. A ideia desse festival é da visibilidade aos participantes, oportunidades que outros jovens já tiveram e hoje já se encontram na categoria profissional de apresentando em eventos por todo o Nordeste”, conta Ênio Portela, citando como exemplo a cantora profissional Aline Conrado, que vem se destacando na capital, inclusive cantando em eventos promovidos pela gestão municipal.

Desde os cinco anos, Joyce Sousa canta em igrejas e festas particulares do município de São Pedro do Piauí.

A jovem Joyce Sousa, de 14 anos, reside no município de São Pedro do Piauí (109 km de Teresina), ela começou a dar os primeiros passos na música ainda com cinco anos, se apresentando em igrejas e festas particulares. Mesmo não se classificando para a final, ela conta que deixa o festival com o sentimento de que deve continuar batalhando pelo seu sonho de ser cantora profissional.

“Sou uma menina do interior e que pela primeira vez participa de uma seletiva. A experiência vai contar muito e afirmo que agora irei me preparar melhor para participar da edição do TEREMUSIC 2022 e outras seletivas”, conta Joyce Sousa, afirmando que volta para casa com orgulho no peito por ter representado sua cidade.

VEJA OS CLASSIFICADOS NA CATEGORIA SOLO

Francyelly da Silva

Ester da Silva

Yasmin Ohana

Mayke

Carlos Eduardo

Jamilly Reis

Ellen Maria

Ana Teresa

VEJA OS CLASSIFICADOS NA CATEGORIA BANDA

Banda Cidade Estéril

Marcos Andrade e Banda

Grupo Três

Narcoliricistas

Sunlight

Bonnibel

 

 

Orquestra Sinfônica de Teresina lança agenda natalina de 2021

O último ano tem sido de intenso aprendizado para os membros da Orquestra Sinfônica de Teresina (OST), pois por conta da pandemia, eles tiveram que se isolar e se reinventar através de atividades virtuais. Aos poucos, as atividades presenciais são retomadas, sempre com atenção para seguir rigorosamente as recomendações sanitárias exigidas no momento, isso para não pôr em risco a saúde dos teresinenses.

Na reta final dos trabalhos da Temporada 2021, a OST anuncia sua programação natalina, que terá diversas apresentações com repertórios diversos, programação que contará com a participação da cantora Gislene Daniele. Além de apresentações na capital, a orquestra também estará se apresentando em cidades do interior do Piauí e do Maranhão.

Segundo o maestro Aurélio Melo, os concertos serão realizados para aproximar a população de atividades natalinas neste momento de pandemia, ele conta que devido aos últimos acontecimentos, onde muitos foram afetados, é preciso levar a música para as pessoas. Empolgado com o retorno das atividades presenciais, o maestro fala que, apesar das dificuldades, o ano foi de muitos projetos e parcerias e que os concertos natalinos encerraram um ciclo de atividades positivas.

“Depois de quase dois anos parados, tentando ensaiar de forma on-line, nós estamos voltando aos poucos e com cuidado as nossas atividades presenciais e com público. Começamos com os ensaios abertos, sem divulgação prévia, percorremos várias regiões da cidade, fizemos um concerto no teatro e agora vamos fazer nossos já tradicionais concertos natalinos”, comenta o maestro Aurélio Melo, enfatizando que esse período do ano é muito especial para todos que fazem a OST.

As apresentações iniciam no próximo dia 23 de novembro, com um concerto no Adro da Igreja São Benedito, no bairro Centro e encerram com um grande concerto que será realizado no dia 25 de dezembro, no Parque da Cidadania, no bairro Cabral.

A Orquestra Sinfônica é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.

PROGRAMAÇÃO
23/11 – Concerto de Natal – Adro da Igreja São Benedito – 19h30.
04/12 – Concerto Natalino – Praça Rio Branco – 10h
05/12 – Concerto Natalino – Cidade de Capitão de Campos
12/12 – Concerto Natalino – Igreja da Santíssima Trindade (Bairro Primavera) – 18h
16/12 – Concerto Natalino – Escola Cacimba Velha – 9h
17/12 – Concerto Natalino – Shopping da Cidade – 15h30
19/12 – Concerto Natalino – Igreja Santuário de Nossa Senhora da Paz (Vila da Paz) – 16h30
21/12 – Concerto Natalino – Sesc Teresina – 8h
23/12 – Concerto Natalino – Cidade de Caxias
25/12 – Concerto Natalino – Parque da Cidadania – 19h30.

Novos talentos: eliminatórias do TEREMUSIC iniciam hoje

A Prefeitura de Teresina continua investindo no artista local, inclusive com atividades que visam valorizar o nascimento de novos talentos, dando mais oportunidades para aqueles que desejam seguir a carreira musical. O Festival TEREMUSIC, que nesta sexta (19) e sábado (20), às 19h30, estará realizando eliminatórias, é uma dessas iniciativas, o evento dá visibilidade para nomes ainda desconhecidos do grande público.

Nesta edição, as inscrições ocorreram através de uma das redes sociais do evento. Ao todo, foram 21 candidatos separados nas categorias Solo e Banda que, além de se apresentarem no palco do festival, estarão concorrendo a premiações em dinheiro. O TEREMUSIC ocorre no Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí, localizado no bairro Cabral, na zona Norte da Capital e poderá ser assistido pela TV Assembleia ou pelas redes sociais.
De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, a cidade tem muito a ganhar com esse festival, pois para ele é como o nascimento de novos nomes no mundo da música e que eventos como este servem como vitrine para abrir novas oportunidades aos candidatos.

Ele pontua ainda que a gestão municipal tem investido de forma incansável na formação de novos profissionais, dando oportunidade igualitária para todos independente da situação financeira ou região em que mora.

“Temos no Palácio da Música a oferta de vários cursos na área da música. Lá, o jovem tem acesso a aulas para aprender a tocar ou cantar. Na periferia da cidade, a gestão mantém o Projeto Banda Escola, que já está analisando a sua expansão a fim de atender jovens da zona Rural do município, isso atendendo a uma orientação do prefeito Dr. Pessoa, que quer os instrumentos de cultura em todos os bairros e comunidades rurais“, conta Ênio Portela.
O produtor Italo Lourhan, que atua na produção do festival, conta que, ao longo dos anos, já foram descobertos cerca de 100 talentos e que por isso, após a pandemia, a organização pretende lançar um festival ainda maior. Ele fala ainda que está impressionado com a quantidade de jovens que começaram a dar os primeiros passos na música durante a pandemia.

“São talentos que jamais podem ser deixados de lado, Teresina é um grande celeiro musical ainda pouco explorado, por isso vamos melhorar essa parceria com a gestão pública para que nossa próxima edição possa atender um número maior de participantes”, afirma Italo Lourhan.
A final do TEREMUSIC ocorrerá no próximo dia 11 de dezembro, no Parque da Cidadania. O evento será aberto ao público e seguirá todas as normas sanitárias a fim de evitar a exposição dos participantes ao coronavírus. Para acompanhar mais informações sobre o festival, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br.

PREMIAÇÕES:

Categoria Solo
1° Lugar – R$ 3 mil reais
2° Lugar – R$ 2 mil reais
3° Lugar – R$ 1 mil reais

Categoria Banda
1° Lugar – R$ 5 mil reais
2° Lugar – R$ 3 mil reais

Balé da Cidade de Teresina volta aos palcos com o espetáculo O Código das Borboletas

O Balé da Cidade de Teresina irá apresentar nesta quinta-feira (18), o espetáculo “O Código das Borboletas”, que irá ocorrer às 20h, no Espaço Multifuncional (Black Box) Sesc Centro Cultural. Serão disponibilizadas ao público 30 vagas com valores de R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia entrada.

Chica Silva, diretora da companhia, diz que todo o elenco está eufórico com essa volta aos palcos. Para ele é um momento de celebração, uma oportunidade de voltar ao novo normal pós pandemia.

“Vivenciar esse momento é um novo respiro porque passamos quase dois anos sem poder nos apresentar, então está todo mundo eufórico. É uma oportunidade maravilhosa. Mesmo sendo no finalzinho do ano, dá um outro olhar, uma outra vontade porque a gente vive de estar com o público. Vai ser uma honra retomar com um trabalho tão importante para o Balé da Cidade que é O Código das Borboletas, do Rafael Gomes do Rio de Janeiro”, conta Chica Silva.

O espetáculo tem classificação livre e é resultado de uma residência com o coreógrafo carioca Rafael Gomes. O Código das Borboletas cria uma comunidade que tem sua comunicação própria, que coabita esse tempo/espaço como uma metáfora do viver junto, criando um comum que precisamos ocupar na vida para criar sentidos e dançar outras narrativas. Nasce das cores e do movimento de revoada das borboletas, com suas trajetórias sinuosas e estado de espírito selvagem. A interação entre os corpos, os movimentos singulares, tudo faz parte dessa comunidade que se relaciona e se move a seu tempo.

Para a apresentação, todo o elenco do Balé da Cidade de Teresina, mesmo já vacinado com as duas doses, realizou teste de Covid-19.

Sobre a Companhia

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de Dança Contemporânea que atua há 28 anos no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e difusão da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade através da sua atuação em diferentes ações, como temporadas de apresentações, conversas e formação continuada.

O Balé da Cidade de Teresina conta com 18 integrantes e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, por meio de contrato de gestão com a AABCT, Organização Social de Utilidade Pública Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo, aulas de Samuel Alvís e ensaios de José Nascimento.

Projeto público leva música para jovens do bairro Dagmar Mazza

Tocar um instrumento musical, ou fazer parte de uma banda é o sonho de muitos jovens da periferia, porém por conta dos gastos com cursos particulares, muitos desistem e acabam seguindo outros rumos, por conta disso, o município de Teresina vem investindo na qualificação profissional de novos talentos. Através do , dezenas de jovens estão obtendo experiência na área musical, como por exemplo, 30 jovens que moram na região do bairro Dagmar Mazza, na zona Sul da capital e que estão matriculados na Banda Escola Tom Jobim.

A banda é regida pelos maestros Paulo Brito e Edson Queiroz, juntos eles fazem um trabalho de socialização, aproveitando o interesse dos jovens que desejam seguir um caminho que não seja o da criminalidade. Segundo Paulo, ele é um exemplo vivo do sucesso desse projeto, pois antes de ser maestro, ele foi aluno do Projeto Banda Escola, além dele muitos dos alunos que já passaram pelo projeto, estão contratados por bandas da cidade e até de outros estados

“Aqui aprendi tudo o que eu sei sobre música e instrumentos, é um trabalho gratificante, pois estou no mesmo local que aprendi, oferecendo conhecimento para que outros jovens possam ter a mesma oportunidade que tive quando eu era aluno. Estamos em uma comunidade carente oferecendo algo que é diferente para muitos, é um trabalho árduo, porém muito gratificante”, conta o maestro Paulo Brito, enfatizando ainda que por conta da pandemia, estão sendo realizadas apenas duas aulas semanais, onde os jovens têm acesso a aulas de Saxofone, Clarinete, Flauta transversal, Trompete, Trombone, Tuba, Bombardino, Trompa, Bateria e Percussão.

Um dos alunos do projeto é o jovem Rafael Mendes, de 17 anos, ele conta que foi um amigo que lhe convidou para participar das aulas, e que hoje a Banda Escola vem mudando sua vida através da música. Sempre com boas notas na escola, ele conta que vai continuar se dedicando aos estudos e que pretende seguir a profissão de músico e que sonha em seguir os passos dos seus professores.

“Esse projeto é muito importante para o nosso amadurecimento profissional, eu por exemplo não sabia nada de música ou instrumentos, hoje já estou me familiarizando com o Saxofone e em breve estarei nos palcos presenteando o público com meu talento”, diz Rafael Mendes.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, conta que o projeto vem atendendo jovens de todas as regiões da cidade, levando oportunidades de forma igualitária para todos. O presidente afirma que a meta da atual gestão é garantir que o projeto Banda Escola atenda mais comunidades, inclusive as rurais, atendendo a uma solicitação do prefeito Dr. Pessoa, que quer a descentralização dos projetos culturais.

“Assumimos recentemente a missão de comandar a cultura do município, já estamos visitando algumas casas e projetos a fim de executar um trabalho que venha a garantir a todos os munícipes o acesso igualitário à cultura. Esse projeto em específico é um dos mais importantes que temos, pois está encravado dentro das comunidades, chegando diretamente aos jovens, que são os que mais precisam do olhar público, por isso iremos trabalhar para que tenhamos as ferramentas necessárias para melhorar ainda mais essas bandas que desenvolvem um excelente trabalho social”, afirma Ênio Portela.

O Projeto Banda Escola atua especialmente em algumas escolas municipais espalhadas pelas quatro regiões da cidade e tem como objeto levar conhecimento através da música para jovens carentes de Teresina. Para saber como participar, basta acessar o site cultura.teresina.pi.gov.br ou seguir o instagran @culturateresina.

Prefeitura de Teresina realiza curso e terá programação cultural no Dia do Servidor

A Prefeitura de Teresina, por meio dos órgãos que compõem a administração municipal, dispõe aos servidores serviços e ações de qualificação e bem-estar. Comemorado no próximo dia 28 de outubro, o Dia do Servidor Público será marcado com a realização de várias atividades, entre elas, na Escola de Gestão de Teresina e a tradicional festa do Dia do Servidor, comemorada há 30 anos.

Após o período da pandemia da Covid-19, as atividades da Escola de Gestão de Teresina (EGT) foram retomadas. A Escola tem como objetivo a oferta de cursos gratuitos para capacitar servidores e funcionários em suas áreas de atuação.

Criada em 2019, a Escola de Gestão está vinculada à Secretaria Municipal de Administração (SEMA). As aulas desta primeira turma acontecem no auditório da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) com a oferta do curso “Noções de Orçamento Público”, que aconteceu dias 6 e 8 de outubro.

“Estamos muito felizes de retomar as atividades da Escola, de voltar com a oferta de cursos aos servidores para melhorarmos ainda mais o desempenho das atividades e trabalhar com assertividade, sempre pensando no melhor resultado que será oferecido à população. Agradeço a todos que se dispuseram a contribuir para esse novo período de cursos e, com certeza, sairão com muito conhecimento”, explicou Leonardo Silva.

Clube do Servidor terá programação especial

Para celebrar o Dia do Servidor, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) preparou uma programação especial, que acontecerá no próximo domingo (31). Os servidores públicos de Teresina estarão reunidos no Clube do Servidor, a partir do meio-dia, e contarão com a animação da cantora Janaina e Banda e de um trio de forró pé de serra da Orquestra Sanfônica de Teresina.

O presidente da União dos Servidores Municipais de Teresina (USMT), Henrique da Saúde, fala que, apesar dos desafios, a classe está muito otimista com a atual gestão, pois, segundo ele, já foi aberto um canal de diálogo com o prefeito Dr. Pessoa.
“Entendemos que a gestão ainda está no seu início, porém, fico feliz em saber das boas intenções do prefeito para com o servidor público. É a primeira vez que estamos sendo ouvidos de verdade, inclusive o Dr. Pessoa já sinalizou que irá alocar recursos para reformar o Clube do Servidor”, conta Henrique da Saúde, afirmando ainda que a festa de domingo será gratuita para os servidores municipais e que serão tomadas todas as medidas sanitárias para evitar a transmissão do coronavírus.

Esse ano, as atrações culturais foram cedidas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), que pretende formalizar uma parceria com a USMT para a realização de outras atividades no Clube do Servidor. Para Antoniel Ribeiro, produtor cultural da FMC, os servidores são os grandes responsáveis pela excelência da gestão municipal, por isso, merecem ser atendidos pela pauta cultural.

“Essa é apenas a primeira de muitas atrações que iremos ceder para o Clube do Servidor, pois entendemos que os servidores também precisam de momentos de lazer, por isso iremos nos alinhar com a USMT para a realização de novas atividades”, comenta Antoniel Ribeiro.

O Clube do Servidor fica localizado na Rua Minas Gerais, 1049, no bairro Matadouro, na zona Norte de Teresina.

Projeto Pipocando Artes inicia nesta terça (19) na Casa da Cultura

Dentro da programação alusiva ao mês das crianças, a Casa de Cultura de Teresina irá realizar de 19 a 21 de outubro, o projeto “Pipocando Artes”, que tem como objetivo aproximar as crianças dos aparelhos culturais da cidade. Durante o projeto, as crianças terão acesso ao vasto acervo da casa, bem como participar de atividades que ocorrerão no espaço externo.

De acordo com Marilene Evangelista, diretora da Casa da Cultura, o projeto visa proporcionar ao público infanto-juvenil, cultura, diversão e disseminação de valores através do lúdico, das artes e da literatura. A diretora fala ainda que o espaço estará obedecendo todas as regras sanitárias a fim de evitar que os visitantes contraiam o novo coronavírus.

“É preciso trabalhar a formação cultural desde a infância, por isso tivemos a ideia de criar esse projeto. O projeto é gratuito e ocorrerá das 16h às 17h30, onde os participantes também terão direito de participar de oficinas de pintura de rosto, leituras, contação de histórias e pinturas de tela onde as crianças poderão aflorar seus talentos”, conta Marilene Evangelista, confirmando também a participação circense do grupo vagão.

A Casa da Cultura é mantida com recursos do poder público municipal e funciona atualmente no edifício Casa Dona Carlotinha, localizada na Rua Elizeu Martins, esquina com 7 de setembro, número 1426, bairro Centro, em frente à praça João Luís Ferreira.

As visitas ao espaço poderão ser agendadas pelos números 99402-5428 e 98864-2231 ou na sede da Casa da Cultura.