Nesta semana, o Balé da Cidade de Teresina realizou mais uma ação do projeto Fora da Caixa, que ofereceu à população uma oficina gratuita e presencial denominada “Cascas”. A oficina foi realizada no Teatro João Paulo II, casa de espetáculos situada na região do Grande Dirceu e que é a nova sede da companhia.

O estudante Isayas Costa, participante da oficina, vê a ação e o projeto como uma nova forma de perceber a dança. Para ele, o projeto também é importante pelo fato de levar a dança clássica para a periferia da cidade.

“A oficina do Fora da Caixa traz oportunidades muito legais de viver novas esferas da dança, conviver também da experiência de artistas que já têm um trabalho imenso na cidade, é um campo de aprendizado e estímulos para nós artistas da dança que trabalham de forma independente e permeiam por outros lugares. O Balé da Cidade trazer isso de forma gratuita também é uma maneira de apoiar e nos fazer íntegros, é sensação de abraço nessa vibe da dança”, disse Isayas Costa, que tem 20 anos e reside no município de Timon (MA).

Para Chica Silva, diretora da companhia, o projeto segue em uma nova roupagem, já que a primeira edição ocorreu de forma remota por conta da pandemia do coronavírus. A diretora enfatiza que essa etapa ocorre de forma presencial, tendo os instrutores melhores oportunidades de dar mais atenção aos participantes.

“A primeira oficina desta temporada do Fora da Caixa teve o público infantil como participante e, agora, com o público a partir de 16 anos, os bailarinos Alex Gomes, Adriano Abreu e José Nascimento, mediadores da oficina “Cascas”, exploram a estética específica de moda (poses, desfiles, expressões) e, ao mesmo tempo, mesclam com referenciais que opunham ao conceito de padrões de beleza”, comenta Chica Silva.

A oficina Cascas é um desdobramento do espetáculo Casca, que faz parte do repertório do Balé da Cidade de Teresina. O projeto Fora da Caixa tem como objetivo expandir a atuação da companhia de dança, promovendo o acesso e democratizando a dança através de ações gratuitas voltadas para a comunidade.

Para participar das ações promovidas pela companhia de dança, bem como das demais atividades promovidas pelo Teatro João Paulo II, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também são disponibilizadas nas redes sociais da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (instagram: cultura_the).

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).